<
>

Blachowicz 'acaba com a graça' de Adesanya, destrói invencibilidade do rival na força e segue campeão do UFC

play
Blachowicz mostra que força faz a diferença, amassa e acaba com invencibilidade de Adesanya (0:36)

Polonês 'destruiu' o adversário e é o novo campeão da categoria (0:36)

Não deu para Israel Adesanya! Conhecido por seu estilo irreverente dentro e fora do octógono, o nigeriano foi dominado por Jan Blachowicz, que evitou as gracinhas de Adesanya, venceu por decisão unânime (49-45, 49-45, 49-46), manteve o cinturão do meio-pesado e evitou o sonho de Israel de ser campeão de duas categorias - Adesanya é o campeão dos médios.

A vitória do polonês o mantém como campeão do peso meio-pesado e encerra a invencibilidade de Adesanya no UFC, que tinha 9 vitórias em 9 lutas no peso médio.

A luta foi bastante equilibradada no começo, com um primeiro round com muito estudo e bons golpes vindo de ambos os lados. O segundo round foi o mais equilibrado da luta, com ambos acertando bons golpes e Jan começando a virar o curso da luta.

Do terceiro round em diante, o polonês começou a mandar na luta e, inclusive, conseguiu boas quedas para cima de Adesanya e dominou a luta no chão. No último round, o domínio de Blachowicz foi tamanho que dois juízes deram 10-8 para o polonês, que mantém seu cinturão.

Conteúdo patrocinado por Sportingbet

Veja todos os resultados do UFC 259:

CARD PRINCIPAL

Jan Blachowicz (POL) venceu Israel Adesanya (NZL) na decisão unânime dos jurados (49-46, 49-45, 49-45) – cinturão dos meio-pesados)
Amanda Nunes (BRA) finalizou Megan Anderson (AUS) com uma chave de braço aos 2:03 do 1º round – cinturão feminino dos penas
Aljamain Sterling (EUA) venceu Petr Yan (RUS) por desclassificação devido a uma joelhada ilegal – cinturão dos galos
Islam Makhachev (RUS) finalizou Drew Dober (EUA) com um triângulo de mão a 1:37 do 3º round – leves
Aleksandar Rakic (AUT) venceu Thiago Marreta (BRA) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 30-27) – meio-pesados

CARD PRELIMINAR

Dominick Cruz (EUA) venceu Casey Kenney (EUA) na decisão dividida dos jurados (28-29, 29-28 e 30-27) – galos
Kyler Phillips (EUA) venceu Song Yadong (CHN) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 29-28) – galos
Askar Askarov (RUS) venceu Joseph Benavidez (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 30-26) – moscas
Kai Kara-France (NZL) nocauteou Rogério Bontorim (BRA) aos 4:55 do 1º round – moscas
Timothy Elliott (EUA) venceu Jordan Espinosa (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 30-25) – moscas
Kennedy Nzechukwu (NIG) nocauteou Carlos Ulberg (NZL) aos 3:19 do 2º round – meio-pesados
Sean Brady (EUA) finalizou Jake Matthews (AUS) com um katagatame aos 3:28 do 3º round – meio-médios
Amanda Lemos (BRA) nocauteou Livinha Souza (BRA) aos 3:39 do 1º round – palhas feminino
Uros Medic (SER) nocauteou Aalon Cruz (EUA) a 1:40 do 1º round – leves
Trevin Jones (GUM) nocauteou Mario Bautista (EUA) a 0:47 do 2º round – galos