<
>

UFC 257: Poirier choca o mundo com nocaute e deixa McGregor quase sem conseguir ficar em pé

play
Poirier 'tira onda' e assopra a mão que 'pegou fogo' e destruiu McGregor (0:08)

No UFC 257, norte-americano chocou o mundo ao nocautear o irlandês (0:08)

Senhoras e senhores, Conor McGregor não é mais o rei dos pesos leves nem lutando em pé. Dustin Poirier acabou com toda a aura do irlandês na trocação, aguentou os golpes que sofreu e encaixou uma sequência devastadora de golpes para conseguir um nocaute simplesmente impressionante no segundo round do duelo pelo UFC 257.

Foi simplesmente o primeiro nocaute sofrido por Conor em toda a sua carreira.

McGregor parecia melhor na luta. No primeiro round, chegou a ser derrubado, mas conseguiu levantar. Ele dominava a luta em pé e acertava os melhores golpes, alguns limpos e diretos no rosto do adversário. Mas Poirier tem um queixo de titânio e não ficou nem perto de cair em nenhum momento. No segundo round, acertou Conor em cheio e conseguiu derrubar o irlandês.

O mundo ficou em choque, e McGregor terminou caído. Ele mal conseguiu ficar em pé na sequência.

play
0:15

McGregor precisa de muletas para andar após ser destruído e nocauteado por Poirier

Twitter: @MoynihanCharles | Conor McGregor teve que usar muletas para conseguir chegar na coletiva

Conor não lutava desde 18 de janeiro de 2020, quando nocauteou Donald Cerrone. Ele queria ter um ano bem ativo, mas acabou tendo os planos atrapalhados pela pandemia da COVID-19. Sem conseguir lutas, se frustrou e chegou até a anunciar a aposentadoria mais uma vez, mas voltou atrás e acabou fechando a revanche com Poirier.

A expectativa pelo retorno, porém, era totalmente diferente.

Vale lembrar que esse era o segundo confronto entre os dois. No primeiro, em 2014 e ainda pelos pesos penas, McGregor conseguiu um nocaute rápido. Até por isso, os dois conversaram ainda no octógono e já concordaram que precisarão fechar a trilogia em um futuro próximo.

"Estou feliz, mas não estou surpreso. Conor recebeu esse resultado de maneira muito profissional, ele é um grande profissional. Talvez tenhamos que fazer isso de novo", disse Poirier.

"1-1 Dustin, cara. É difícil de engolir", disse McGregor.

O irlandês piora o seu cartel para 22 vitórias e cinco derrotas. Já o norte-americano venceu pela 27ª vez na carreira, que ainda tem seis revezes e uma luta sem resultado.

Veja todos os resultados do UFC 257:

CARD PRINCIPAL

Dustin Poirier (EUA) nocauteou Conor McGregor (IRL) 2:32 do 2º round – leves
Michael Chandler (EUA) nocauteou Dan Hooker (NZL) aos 2:30 do 1º round – leves
Joanne Calderwood (ESC) venceu Jessica Eye (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 29-28) – moscas feminino
Makhmud Muradov (UZB) nocuateou Andrew Sanchez (EUA) aos 2:59 do 3º round – médios
Marina Rodriguez (BRA) nocauteou Amanda Ribas (BRA) a 0:54 do 2º round – palhas feminino

play
1:01

Vitória de Dustin Poirier! Veja como Conor McGregor sofreu o 1º nocaute da carreira

Dustin Poirier acabou com toda a aura do irlandês na trocação, aguentou os golpes que sofreu e encaixou uma sequência devastadora de golpes para conseguir um nocaute simplesmente impressionante

CARD PRELIMINAR

Arman Tsarukyan (RUS) venceu Matt Frevola (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 30-26) – peso casado
Brad Tavares (EUA) venceu Antônio Cara de Sapato (BRA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 29-28) – médios
Julianna Peña (EUA) finalizou Sara McMann (EUA) com um mata-leão aos 3:39 do 3º round – galos feminino
Marcin Prachnio (POL) venceu Khalil Rountree Jr. (EUA) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 29-28) – meio-pesados
Movsar Evloev (RUS) venceu Nik Lentz (EUA) na decisão dividida dos jurados (28-29, 29-28 e 29-28) – peso casado
Amir Albazi (SUE) venceu Zhalgas Zhumagulov (CAZ) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 29-28) – moscas