<
>

Olimpíadas: 'Felizão, né?' Cinco anos depois, Fratus transforma significado de frase polêmica com sorriso de verdade

play
Olimpíadas: Bruno Fratus conquista a medalha de bronze na prova dos 50m livre; VEJA como foi (0:42)

Brasileiro ficou atrás apenas de Caeleb Dressel, dos Estados Unidos, e Florent Manadou, da França (0:42)

“Estou felizão, né? Fiquei em sexto. Desculpa, né, mas…tô, bastante...”.

A frase causou polêmica em 2016. Irritado logo após ser sexto colocado na final dos 50m livre daquelas Olimpíadas, Bruno Fratus “não perdoou” a repórter que quis saber se ele estava chateado com o resultado que havia acabado de ter.

Clique aqui para ver o Quadro de Medalhas das Olimpíadas atualizado e siga os Jogos de Tóquio em TEMPO REAL!

Mas nada como o tempo. Cinco anos depois, em Tóquio, Bruno Fratus deu um novo significado para a declaração após a conquista do bronze nas Olimpíadas.

“Como já dizia o sábio: ‘Tô felizão’”, brincou o nadador em frases captadas pelo jornal O Globo. “Felizão é um estado de espírito que demora décadas para ser dominado. Hoje, dominamos”, completou.

Fratus já havia brincado sobre isso com a reportagem do SporTV sobre a declaração.

“Eu estou felizão. Estou feliz para caramba, para não dizer outra coisa!”, disse.

Fratus ganhou a 9ª medalha do Brasil em Tóquio. O país agora tem um ouro (Ítalo Ferreira no surfe), três pratas (Kelvin Hoefler e Rayssa Leal no skate e Rebeca Andrade na ginástica) e cinco bronzes (Bruno Fratus e Fernando Sheffer na natação, Daniel Cargnin e Mayra Aguiar no judô e a dupla Pigossi-Stefani no tênis).