<
>

UFC 251: Amanda Ribas atropela e finaliza 'queridinha' dos Estados Unidos e segue rumo ao estrelato

play
UFC 251: de campeão dos penas para desafiante dos galos, veja como Aldo se transformou para buscar outro cinturão (0:42)

Brasileiro enfrenta Petr Yan, neste sábado, disputando o título da categoria (0:42)

O Brasil tem o nome e o sobrenome de sua próxima grande estrela no MMA feminino: Amanda Ribas. A mineira esteve sob o maior número de holofotes possíveis no UFC 251 e não decepcionou: atropelou e finalizou a norte-americana Paige VanZant com uma chave de braço ainda no primeiro round.

Amanda era a grande favorita para o combate, é verdade. Mas fazia a sua estreia na categoria de cima e enfrentava logo de cara a lutadora mais famosa do UFC.

Paige VanZant lutou uma espécie de Dança dos Famosos dos Estados Unidos e tem nada menos que 2,6 milhões de seguidores no Instagram - Amanda Nunes, a maior lutadora da história tem "apenas" 1,2 milhão.

Mas Amanda Ribas não se importou com a pressão. Colocou a rival para baixo logo de cara e foi para o braço. Ajustou a posição com perfeição e conseguiu a finalização.

Já são quatro lutas e quatro vitórias para ela no UFC.

Para completar o "pacote", Amanda ainda investiu no inglês e já consegue se comunicar com perfeição com o público de todo o mundo.

Veja todos os resultados do UFC 251

CARD PRINCIPAL

Kamaru Usman (NIG) venceu Jorge Masvidal (EUA) na decisão unânime dos jurados (50-45, 50-45 e 49-46) - pelo cinturão dos meio-médios
Alexander Volkanovski (AUS) venceu Max Holloway (EUA) na decisão dividida dos jurados (47-48, 48-47 e 48-47) - pelo cinturão dos penas
Petr Yan (RUS) nocauteou José Aldo (BRA) aos 3:24 do 5º round - pelo cinturão dos galos
Rose Namajunas (EUA) venceu Jéssica Bate-Estaca (BRA) na decisão divida dos jurados (29-28, 28-29 e 29-28) - palha feminino
Amanda Ribas (BRA) finalizou Paige VanZant (EUA) com uma chave de braço aos 2:21 do 1º round - moscas feminino

CARD PRELIMINAR

Jiri Prochazka (TCH) nocauteou Volkan Oezdemir (SUI) a 0:49 do 2º round - meio-pesados
Muslim Salikhov (RUS) venceu Elizeu Capoeira (BRA) na decisão dividida dos jurados (30-27, 28-29 e 29-28) - meio-médios
Makwan Amirkhani (FIN) finalizou Danny Henry (ESC) com um triângulo de mão aos 3:15 do 1º round - penas

Léo Santos (BRA) venceu Roman Bogatov (RUS) na decisão unânime dos jurados (29-26, 29-26 e 29-26) - leves
Marcin Tybura (POL) venceu Maxim Grishin (RUS) na decisão unânime dos jurados (30-37, 30-27 e 30-26) - pesados
Raulian Paiva* (BRA) venceu Zhalgas Zhumagulov (CAZ) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 29-28) - moscas
Karol Rosa (BRA) venceu Vanessa Melo* (BRA) na decisão unânime dos jurados (30-26, 30-26 e 30-27) - galos

Davey Grant (ING) nocauteou Martin Day (EUA) aos 2:38 do 3º round - galos

* Lutadores que não bateram o peso