<
>

Everton pode perder sete estrelas em janeiro após punição que colocou time na vice-lanterna da Premier League

Escudo do Everton no Goodison Park Visionhaus/Getty Images

A punição sofrida pelo Everton, que teve deduzidos 10 pontos na classificação por violar regras de lucratividade e sustentabilidade da Premier League durante a temporada 2021/22, pode fazer o clube perder sete estrelas na janela de transferências de janeiro.

De acordo com o jornal The Sun, os jogadores que pensam em deixar o time em busca de novas oportunidades após a punição são: Jordan Pickford, Dominic Calvert-Lewin, Dwight Mcneil, Amadou Onana, Jarrad Branthwaite, James Tarkowski e Vitaliy Mikolenko.

O Everton se tornou o primeiro time da Premier League a ter pontos deduzidos por violar os regulamentos do Fair Play Financeiro para obter lucro e sustentabilidade.

Os 10 pontos perdidos pelos Toffees ocorreram depois que uma comissão independente determinou que o Everton registrou perdas de £ 124,5 milhões de acordo com os cálculos do regulamento da Premier League ao longo de três anos até 2021/22 – excedendo o limite permitido de £ 105 milhões.

O que a Premier League disse?

“Uma comissão independente impôs uma dedução imediata de 10 pontos ao Everton FC por violação das Regras de Rentabilidade e Sustentabilidade (PSRs) da Premier League.

A Premier League apresentou uma queixa contra o clube e encaminhou o caso para uma comissão independente no início deste ano. Durante o processo, o Clube admitiu que violou os PSRs para o período que termina na temporada 2021/22, mas a extensão da violação permaneceu.

Após uma audiência de cinco dias no mês passado, a Comissão determinou que o cálculo do PSR do Everton FC para o período relevante resultou numa perda de £ 124,5 milhões, conforme alegado pela Premier League, que excedeu o limite de £ 105 milhões permitido pelos PSRs. A Comissão concluiu que deveria ser imposta uma sanção desportiva sob a forma de uma dedução de 10 pontos. Essa sanção tem efeito imediato”.

O que o Everton disse?

O Everton Football Club está chocado e desapontado com a decisão da Comissão da Premier League.

O Clube acredita que a Comissão impôs uma sanção desportiva totalmente desproporcional e injusta. O Clube já comunicou a intenção de recorrer da decisão à Premier League. O processo de apelação começará agora e o caso do Clube será ouvido por um Conselho de Apelação nomeado de acordo com as regras da Premier League no devido tempo.

O Everton afirma que tem sido aberto e transparente nas informações que prestou à Premier League e que sempre respeitou a integridade do processo. O Clube não reconhece a conclusão de que não agiu com a máxima boa-fé e não entende que esta tenha sido uma alegação feita pela Premier League durante o curso do processo. Tanto a dureza como a severidade da sanção imposta pela Comissão não são um reflexo justo nem razoável das provas apresentadas.

O Clube também monitorará com grande interesse as decisões tomadas em quaisquer outros casos relativos às Regras de Lucro e Sustentabilidade da Premier League.

Everton não pode comentar mais sobre este assunto até que o processo de apelação seja concluído.