<
>

Neymar faz críticas fortes ao momento do PSG: 'Se não consertar isso, pode desistir do sonho na Champions'

O Paris Saint-Germain teve muito trabalho e ficou no empate por 2 a 2 com o Bordeaux neste sábado, pelo Campeonato Francês. Na rodada anterior, o time havia aberto 2 a 0, mas acabou perdendo por 3 a 2 para o Monaco. Além disso, no meio desta semana, a equipe até venceu o RB Leipzig pela Champions League por 1 a 0, mas esteve longe de encantar.

Depois do jogo deste final de semana no Parque dos Príncipes, Neymar fez críticas fortes sobre o desempenho da equipe no momento.

“Fizemos um jogo esquisito, tivemos muitas chances de fazer os gols, tivemos muito volume, mas, como sempre, a gente vem pecando em alguns detalhes. A gente tem que melhorar isso, porque senão, tanto na liga, que a gente costuma ganhar praticamente todos os jogos, vem dando muito mole... Então, se não consertar isso, na liga vai ser difícil, e na Champions League pode desistir do sonho”, afirmou o astro brasileiro em entrevista na saída de campo à emissora BeIN Sports.

Autor de um gol neste sábado, Neymar ainda falou sobre o confronto com o Manchester United na Inglaterra, na quarta-feira, pela penúltima rodada da fase de grupos. O PSG está na segunda posição da chave com os mesmos seis pontos do RB Leipzig e três atrás dos ingleses.

“Sabemos da importância do jogo de quarta, como no último jogo da terça. Foi difícil, não jogamos bem, mas conseguimos vencer, que é o mais importante. Na quarta vamos em busca do nosso melhor jogo, voltar a jogar bem, nós não temos jogado do jeito que queremos, temos que melhorar esses detalhes, conversar bastante com a equipe, com os companheiros, para que possamos organizar e sair com a vitória de lá, porque se continuar desse jeito vai ser difícil”, disse.

Neymar ainda lamentou a morte de Diego Armando Maradona na última quarta-feira. “Maradona foi um artista do futebol, o futebol agradece por ele ter escolhido esse esporte. É uma perda muito grande para o futebol, para o mundo e para os seus familiares”, declarou. "O mundo chora a sua perda".