<
>

João Mário foi à Inter por quase o dobro de Gabigol; agora, deve ir à Rússia por um terço do que custou

play
Juventus pode ter concorrentes ao título no Italiano? Gian Oddi analisa possíveis candidatos (2:21)

Primeira divisão italiana volta neste sábado, quando a campeã Juventus visita o Parma (2:21)

Em 2016, o meia João Mário foi um dos grandes destaques do título de Portugal na Eurocopa da França.

Extremamente valorizado após o torneio, ele foi vendido pelo Sporting à Inter de Milão por 40 milhões de euros (R$ 184,09 milhões, na cotação atual), logo depois do torneio da Uefa.

Na Itália, porém, o talentoso armador nunca concretizou o que dele se esperava.

Até hoje, João Mário disputou 69 partidas e marcou só 4 gols, além de 16 assistências.

Números considerados ruins para um investimento tão alto feito pela diretoria nerazzurra - para se ter uma noção, foi quase o dobro do que foi pago pelo atacante Gabigol.

Atualmente, seu valor de mercado despencou para 18 milhões de euros (R$ 82,84 milhões) recentemente, de acordo com o site especializado Transfermarkt.

E, apesar de ter sido inscrito pelo técnico Antonio Conte no elenco da Inter para a temporada, o futuro do meia deve ser longe de Milão.

De acordo com o jornal Gazzetta dello Sport, João Mário está próximo de ir para o Lokomotiv Moscou, da Rússia.

O acordo seria por empréstimo, com opção de compra de 15 milhões de euros (R$ 69,03 milhões) ao final do período.

Ou seja: se for mesmo vendido, ele deixará a Internazionale por praticamente um terço do que custou, dando um enorme prejuízo aos cofres.

João Mário sequer está relacionado para o jogo contra o Lecce, nesta segunda-feira, pelo Campeonato Italiano.