<
>

Presidente do Barcelona afirma que 'jogos violentos' motivam o clube a não expandir nos esports

Se depender de Josep Maria Bartomeu a presença do Barcelona nos esportes eletrônicos não será ampliada. O motivo, segundo explicou o presidente do gigante espanhol em entrevista concedida a Rádio Marca, é o não desejo do clube em participar de jogos violentos.

Apontando que a agremiação já possui equipes competindo com as cores do Barcelona, o mandatário afirmou categoricamente que o clube não se envolve "mais porque, por conta de nossos valores, não queremos participar de jogos violentos, que são 80%".

A primeira investida do Barcelona nos esportes eletrônicos foi feita no início de 2018, quando os catalães contrataram jogadores visando a participação no torneio de Pro Evolution Soccer (PES) organizado pela empresa gerida pelo zagueiro do clube, Gerard Piqué. Atualmente, os brasileiros GuiFera e HenrykinhO também vestem a camisa blaugrana no simulador de futebol e, além disso, a agremiação compete no Rocket League com um time formado por atletas europeus.

A declaração dada por Josep Maria Bartomeu não agradou os amantes dos esportes eletrônicos. Espanhol e fundador da G2 Esports, Ocelote respondeu a fala do mandatário dizendo que "sondaria o Messi para trabalhar no time de coração". Em relação a jogadores do Barcelona, um já tem a própria organização de esports. Trata-se de Antoine Griezmann, que criou a Grizi Esports junto com o irmão.

A "invasão" dos clubes tradicionais nos esportes eletrônicos, principalmente os de futebol, começou em 2017. O Santos foi o pioneiro no Brasil dando os primeiros passos em 2015 e retornando com força três anos depois. No País, as agremiações que mais tiveram sucesso até o momento foram Flamengo, campeão brasileiro de League of Legends em 2019, e o Corinthians, que também na última temporada conquistou o nacional e o Mundial de Free Fire.

Nesta semana, dois gigantes do futebol revelaram que estão ingressando nos esportes eletrônicos: Inter de Milão e Altético de Madrid, que fecharam parceria com QLASH e Movistar Riders, respectivamente.