<
>

NFL: Revanche de Mahomes e Brady, os favoritos e as 10 principais projeções para a temporada 2021

play
NFL: 'Climão' com Aaron Rodgers pode atrapalhar os Packers em 2021? Paulo Antunes responde (1:49)

Análise completa do comentarista está no YouTube oficial da ESPN Brasil (1:49)

O Kansas City Chiefs pode ter perdido o Super Bowl LV, mas ainda é a equipe da NFL a ser batida nesta temporada, de acordo com as novas projeções do ESPN Football Power Index (FPI) para 2021.

O FPI, lançado na segunda-feira, é um modelo de projeção prospectiva que inclui classificações e projeções para cada equipe, desde os registros de vitórias e derrotas projetadas até as chances para vencer cada divisão.

O modelo determina as classificações de força para cada equipe com base em uma variedade de fatores, incluindo total de vitórias da equipe, quarterback titular previsto, titulares retornando e desempenho anterior em ataque, defesa e special teams. O FPI então usa essas classificações para simular a temporada 20.000 vezes para criar projeções.

Vamos mergulhar nas projeções do FPI 2021 com as 10 principais análises que podemos fazer através dos resultados. E vamos começar com os Chiefs:

Os Chiefs ainda são os favoritos do Super Bowl

Sim, os Chiefs - não os Buccaneers, campeões do Super Bowl - são projetados para serem a melhor equipe e também têm as melhores chances de erguer o troféu Lombardi em fevereiro.

Kansas City estaria favorecido por 1.3 pontos em relação a Tampa Bay em um campo neutro se as equipes se preparassem para uma revanche amanhã, indica o FPI. E os Chiefs teriam pelo menos 3.5 pontos de vantagem sobre cada equipe além dos Bucs, Bills e Ravens.

Sem surpresa: é o ataque liderado por Patrick Mahomes - que inclui Travis Kelce, Tyreek Hill e uma linha ofensiva reconstruída - que lidera o caminho e é mais de 2.5 pontos por jogo melhor do que o próximo melhor ataque (Green Bay).


Semana NFL 14 - Buccaneers, Packers, Rams... Os Favoritos na Conferência Nacional


Os Chiefs ocupam o primeiro lugar em quase todas as projeções que você pode imaginar, incluindo vitórias projetadas (11.5) e chances de chegar aos playoffs (89%), ganhar sua divisão (72%), ser o primeiro colocado na AFC (32%) e chegar ao Super Bowl (30%).

Com 19% de chances de ganhar o Super Bowl, os Chiefs estão um pouco acima da média entre os favoritos ao título. O FPI tem criado projeções de pré-temporada todos os anos desde 2015, e os Chiefs de 2021 ocupam o terceiro lugar entre os sete ‘favoritaços’, atrás dos Patriots de 2017 (32%) e dos Chiefs de 2020 (22%). Ambas as equipes perderam no Super Bowl.

Não perca no resto do campeonato, é claro. Embora a chance de 19% de Kansas City de ganhar o Super Bowl possa ser maior do que qualquer outro time, o FPI também está dizendo que há uma chance de 4 em 5 de um time que não seja o Chiefs ganhar o Super Bowl.

A partida mais provável do Super Bowl é... uma revanche

Kansas City contra Tampa Bay ainda não é tão provável, no entanto. O FPI acredita que há uma chance de 8% de que os Chiefs enfrentem os Bucs novamente, mais do que qualquer outra partida em potencial.

Os Bucs, apesar de não estarem bem no nível de Kansas City, continuam sendo os favoritos na NFC e são a única outra equipe a cruzar dois dígitos em termos de chances de ganhar o Super Bowl. A estratégia deles para voltar com quase o mesmo time parece (no papel) que poderia valer a pena; os Bucs têm 85% de chances de chegar aos playoffs e 15% de chances de voltar a ser campeões, de acordo com o FPI.


A diferença entre os Packers com e sem Aaron Rodgers é... total

O Green Bay Packers é obviamente um candidato ao Super Bowl. Eles são o quinto melhor time da NFL e têm a quarta melhor chance (6%) para serem os grandes campeões, de acordo com o FPI. Eles estão recuperando o MVP de 2020 e tiveram o ataque mais eficiente da liga no ano passado - sim, melhor do que o de Kansas City.

Mas o FPI não foi sempre carinhoso com Green Bay. Como o futuro de Rodgers estava incerto, assim também estavam as projeções dos Packers. Se Rodgers tivesse simplesmente decidido se aposentar em vez de jogar, as chances de Green Bay de chegar aos playoffs teriam caído de 70% para 24%, e suas chances no Super Bowl teriam caído de 6% para... 0.2%.


Os Ravens e Browns são candidatos, mas eles atrapalharam as chances um do outro

A AFC Norte tem duas grandes apostas no Super Bowl em Baltimore e Cleveland. E embora o efeito não seja drástico, cada uma delas ficaria um pouco melhor se o outro não estivesse por perto. Os Ravens e os Browns estão em quarto e sexto lugar na classificação do FPI - basicamente no nível dos times realmente bons - mas são quinto e sétimo em chances de chegar aos playoffs e ganhar o Super Bowl, respectivamente.

O fato de eles terem que jogar um contra o outro duas vezes e estarem disputando a mesma divisão são fatores que limitam quando se trata de vitórias totais e da tão desejada primeira colocação na AFC. Enquanto isso é uma hipótese com Kansas City na mesma conferência, tanto os Ravens quanto os Browns têm pelo menos 10% de chances de conseguir isso.

Baltimore é um time bem equilibrado, com um ataque e defesa projetados entre os 10 primeiros. Em contraste, o FPI está otimista com o ataque do Cleveland - que ocupa o terceiro lugar na liga atrás dos Chiefs e Packers, mas à frente dos Bills - e dá aos Browns a 18ª melhor defesa.

No que diz respeito ao título da divisão, Baltimore é levemente favorito contra os Browns: 43% a 40%.


Qual time tem mais chances de ficar com a primeira escolha no draft de 2022?

Temos projetado chances na pré-temporada de conseguir a melhor escolha desde 2018, mas nenhuma equipe entrou no ano com maior probabilidade de ficar com a primeira escolha do que o Houston Texans de 2021, com 24%. Isso supera os Jaguars de 2020, que entraram na última temporada com 23% e acabaram ganhando a primeira escolha. (Ei, pelo menos deu certo para eles já que Trevor Lawrence estava disponível).

O FPI considera Houston mais do que um touchdown pior do que uma equipe média da NFL em um campo neutro e acredita que os Texans têm simultaneamente o pior ataque e a pior defesa do campeonato. O FPI está trabalhando sob a suposição de que Deshaun Watson não jogará pelos Texans nesta temporada. Vinte e duas mulheres disseram em processos judiciais que Watson as assediou ou importunou sexualmente durante sessões de massagem.

Os Lions são a próxima equipe com maior probabilidade de ganhar a primeira escolha no draft da NFL de 2022, com uma chance de 15%, seguidos pelos Jets (10%), Jaguars (8%) e Eagles (7%).


Os 49ers são os grandes favoritos na forte NFC Oeste

A NFC Oeste apresenta três das 10 melhores equipes do FPI com Rams, 49ers e Seahawks - e os Cardinals também não são necessariamente carta fora do baralho. Embora os Rams sejam o melhor time do grupo segundo o FPI, San Francisco é na verdade o favorito aqui. Por pouco.

Por quê? É tudo uma questão de calendário. Apesar da força da divisão, os 49ers jogam uma das sequências de jogos mais fáceis da liga. Em uma tabela de 17 jogos, a divisão importa muito menos em comparação com a força do calendário. Os três jogos de San Francisco com base na classificação do ano passado são contra os Eagles, Bengals e Falcons, todos abaixo do 24ª lugar no FPI. Enquanto isso, Cardinals, Rams e Seahawks estão todos na primeira metade dos jogos mais difíceis.

A projeção dos 49ers é baseada na suposição de que Jimmy Garoppolo é o quarterback titular. Essa decisão se baseia em dois fatores:

● Acredita-se que Garoppolo é geralmente o favorito em relação ao novato Trey Lance para começar a temporada.

● Se colocássemos Lance como titular, isso prejudicaria a projeção dos 49ers porque o modelo assume que Lance é um pouco pior do que Garoppolo, por enquanto. Se Lance superar Garoppolo, isso seria um sinal de que ele é comparável ao veterano, e, portanto, uma desclassificação pode não fazer sentido. Portanto, designar Garoppolo como o titular parecia ser a escolha mais segura.

Mas não se trata apenas de vencer a divisão, que é muito disputada. A NFC Oeste funciona assim: há uma chance de 37% de que três das quatro equipes cheguem aos playoffs, e há até 3% de chance de que as quatro cheguem aos playoffs.


Os Cowboys lideram a fraca NFC Leste

Foram necessárias apenas sete vitórias para que Washington liderasse a NFC Leste na última temporada, e o FPI ainda não acredita muito na divisão no ano seguinte. A única equipe com uma classificação positiva do FPI - ficando acima da média - é o Dallas Cowboys, que mal chega a +0,7 (o que significa que eles seriam favoritos contra uma equipe mediana da NFL por menos de um ponto).

Com o quarterback Dak Prescott de volta e a possibilidade de ter uma linha ofensiva com força máxima, os Cowboys são os favoritos da divisão com 45% de chance de vencer. Washington, apesar de ser o atual campeão e de ter melhorado seu quarterback com Ryan Fitzpatrick, é o segundo colocado (29%), seguido pelos Giants (15%) e Eagles (11%).

Mais uma vez, o FPI não acha que a divisão é muito forte. E isso é materializado por um resultado extremo: A NFC Leste é a única divisão que registrou uma simulação com um campeão de cinco vitórias. Em uma de nossas 20.000 simulações, os Eagles levaram a coroa em 5-11-1. Isso nem parece um registro real, muito menos um campeão de divisão.


Os Colts podem sobreviver à ‘tempestade’ sem Carson Wentz?

Quando Indianapolis fechou a troca por Wentz, a franquia apostou em um ano de recuperação do antigo quarterback dos Eagles. Agora os Colts precisarão permanecer firmes enquanto ele se recupera de uma cirurgia no pé, o que provavelmente o fará perder o início da temporada.

Não ter Wentz é certamente uma desvantagem: O sistema de avaliação preditiva de quarterback do FPI acredita que a temporada média projetada por Jacob Eason está aproximadamente no mesmo nível da (pobre) campanha de Wentz em 2020. O mesmo modelo espera que o Wentz melhore consideravelmente em relação à temporada passada, mas não totalmente de volta ao nível anterior a 2020.

Para lidar com a incerteza no tempo de retorno do Wentz, o FPI dá ao QB uma chance muito pequena de jogar na Semana 1 e aumenta gradualmente a chance de seu retorno até a Semana 8 - cobrindo o intervalo do período de recuperação estabelecido na semana passada pelo técnico Frank Reich.

As primeiras cinco semanas do calendário de Indianapolis são difíceis, já que os Colts recebem os Seahawks e os Rams antes de pegar a estrada para enfrentar os Titans, Dolphins e Ravens. Mesmo sem Wentz, a previsão para essa sequência é melhor do que podemos imaginar; em média, os Colts ganham 2.2 desses jogos, e as chances de eles começarem 0-5 são de pouco mais de 1 em 20. Tenha em mente que esses números assumem que há alguma chance de Wentz jogar em cada um desses jogos, especialmente nos últimos.

No final, as projeções do FPI para os Colts não são tão ruins assim; eles têm 44% de chances de ganhar a AFC Sul (segundo lugar atrás dos Titans) e 59% de chances de chegar à pós-temporada. Para uma equipe com um quarterback incerto, poderia ser muito pior.


Trevor Lawrence e Zach Wilson enfrentam dificuldades na temporada de estreia

A partir de agora, o FPI está trabalhando sob a suposição de que dois novatos - Lawrence dos Jaguars e Wilson dos Jets - são os atuais titulares de suas respectivas equipes. E as perspectivas deles não são muito otimistas. Os Jaguars e os Jets são vizinhos no ranking do FPI - nas posições 29 e 30.

Isto não reflete totalmente o potencial deles, embora o FPI nunca se mostre muito em alta com relação a quarterbacks novatos. Mas o resto da lista também é importante. E nos dois casos, ambos os quarterbacks estarão com a proteção de passes abaixo da média e ambos tentarão compensar as defesas de suas equipes, que estão entre as seis piores do FPI.


Bears e Broncos com calendários extremamente difíceis

Qualquer fã da NFL sabe que basear a força do calendário no desempenho da temporada anterior é um erro, pois as habilidades dos times mudam muito de um ano para o outro, sem contar que uma única temporada da NFL nem sempre é um grande indicativo do talento de um time.

Um passo à frente do método tradicional é olhar para o total médio de vitórias dos adversários de cada time, mas isso também tem um problema; por exemplo, o total de vitórias de cada adversário do Chiefs é depreciado porque tem que jogar contra os Chiefs (adversários da divisão em dobro!), e o total de vitórias de cada adversário dos Texans é inflacionado pela mesma razão. O FPI é capaz de conciliar essa questão para determinar a força do calendário de forma mais precisa. E ninguém tem um calendário mais difícil do que os Bears em 2021.

Para começar, a NFC tem nove jogos fora de casa nesta temporada, portanto, uma equipe daquela conferência sempre foi propensa a ocupar o primeiro lugar. E Chicago se vê com oito jogos contra os 10 melhores times do FPI: Rams, Browns, Bucs, 49ers, Ravens, Seahawks e depois em casa, contra os Packers.

Do outro lado da moeda está Denver. Os Broncos têm de encarar Mahomes e os Chiefs duas vezes, mas eles jogam contra apenas quatro times top-10 e recebem o jogo extra em casa por estarem na AFC. Denver tem oito jogos contra os 10 piores times do FPI: Giants, Jaguars, Jets, Eagles, Lions, Bengals e Raiders. Esses três primeiros são os três jogos de abertura da temporada dos Broncos.