<
>

NBA: Marcus Smart e Jaylen Brown discutiram e precisaram ser separados após derrota do Boston Celtics, diz site

Repórter da ESPN presente na bolha da NBA na Disney, Malika Andrews revelou que Marcus Smart estava furioso no vestiário do Boston Celtics após a derrota para o Miami Heat no jogo 2 da final da Conferência Leste.

Com a vantagem de 2 a 0 no duelo, o Miami Heat enfrenta o Boston Celtics no jogo 3 neste sábado às 21h30 (de Brasília) com transmissão ao vivo da ESPN e do ESPN App além de tempo real com VÍDEOS no ESPN.com.br

Enquanto esperavam pelas entrevistas coletivas, jornalistas ouviram gritos e barulhos de objetos sendo atirados vindos do local onde estava o time de Massachussets.

Nesta sexta-feira, Shams Charania, do site The Athletic, deu mais detalhes sobre a conturbada pós-partida e contou que Smart e Jaylen Brown tiveram uma "discussão acalorada" e precisaram ser separados por colegas de time.

O armador chegou ao vestiário dizendo que "outros jogadores precisavam ser responsabilizados e não simplesmente apontar o dedo em direção a ele quando as coisas vão mal", diz a reportagem.

Como Marcus Smart continuou gritando e desabafando, Jaylen Brown retrucou e disse que os jogadores deveriam ficar juntos e que as ações deveriam aparecer como do time, não de forma individual, e pediu que o armador se acalmasse, segundo o The Athletic.

Smart também discutiu com assistentes técnicos e no vestiário discutiu fortemente com Brown, inclusive com objetos sendo atirados, mas os companheiros evitaram agressões físicas.

Nas entrevistas, jogadores e o técnico Brad Stevens minimizaram a situação. "Não foi nada, não foi nada", disse Kemba Walker.

"São muitas emoções que afloram", afirmou Jaylen Brown. "Obviamente nós sentimos que poderíamos ter ganhado, que nós deveríamos ter ganhado, mas não conseguimos. Então muitas emoções afloraram. E é isso".