<
>

Kawhi Leonard faz história ao receber o prêmio de MVP das Finais e se junta apenas a LeBron e Kareem em grupo de lendas

Em uma temporada no Canadá, Kawhi Leonard se tornou o maior jogador da história do Toronto Raptors.

Com ele, veio uma temporada espetacular. Playoffs assombrosos. Os Raptors afastaram seus demônios e chegaram às Finais da NBA pela primeira vez na história. No último degrau, superaram a dinastia chamada Golden State Warriors. Kawhi Leonard carregou esse time e venceu, além do título, a corrida pelo MVP das Finais, recebendo o troféu Bill Russell.

Com o prêmio, Kawhi se colocou não só na história do Canadá, mas da NBA também, entrando em um grupo seleto ao lado de LeBron James e Kareem Abdul-Jabbar.

Os três são os únicos atletas da história da liga a conquistarem o prêmio de MVP das Finais por duas franquias diferentes.

Kawhi foi campeão duas vezes e em ambas foi premiado como melhor jogador da decisão. Em 2014, pelo San Antonio Spurs, bateu o Miami Heat de LeBron/Wade/Bosh, com médias de 17,8 pontos, 6,4 rebotes, 2 assistências, 1,6 roubos de bola e 1,2 tocos por jogo. Agora, com os Raptors, superou os Warriors com médias de 29,8 pontos, 10,6 rebotes, 4,4 assistências, 2 roubos de bola e 1,2 tocos por jogo.

LeBron já conquistou a NBA três vezes, e nas três conquistou o prêmio - duas vezes pelo Miami Heat, em 2012 e 2013, e uma por Cleveland Cavaliers, em 2016.

Kareem Abdul-Jabbar foi o primeiro, e por muito tempo o único, a conseguir tal feito. Foram seis títulos para o pivô, em 1971, 1980, 1982, 1985, 1987, 1988. O primeiro, pelo Milwaukee Bucks, com o prêmio de MVP das Finais. Os outros cinco, pelo Los Angeles Lakers, eleito o melhor da decisão em 1985.

Kawhi, aos 27 anos, já é uma lenda.