<
>

UFC 255: Deiveson dá espetáculo com finalização em menos de 2 minutos, mantém título e decreta: 'Sou o Mestre dos Magos'

play
Deiveson diz ter mágoa pessoal de próximo rival no UFC: 'Só não vou para cima nos bastidores porque sou bem concentrado' (0:35)

Brasileiro ganhou de Alex Perez e já deve voltar ao octógono no dia 12 de dezembro para enfrentar Brandon Moreno (0:35)

Senhoras e senhores, Deiveson Figueiredo é um fenômeno! Em sua primeira defesa de cinturão, o brasileiro deu simplesmente um show e precisou de apenas dois minutos para voltar com o título para casa. No UFC 255, saiu de uma tentativa de queda do rival para uma finalização por guilhotina para cima de Alex Perez.

O tempo foi curto, mas realmente suficiente para mostrar o tamanho da dominância.

Conteúdo patrocinado por Sportingbet

Alex Perez sofreu um pouco na troca de golpes e até tentou encurtar a distância para conseguir uma queda. Deiveson, porém, se defendeu pulando em uma perna só e conseguiu chegar até a grade. De lá, fez uma até surpreendente chave nas pernas do rival. No desespero para ficar por cima e se defender, Perez acabou deixando o pescoço exposto. O brasileiro não pensou duas vezes, laçou e mostrou uma força absurda para conseguir a finalização.

"Eu preparei essa surpresa para ele. Sabia que ele não ia querer trocar comigo, então preparei isso. Eu falei que ia finalizar no primeiro round, então me chame de Mestre dos Magos!", brincou Deiveson na entrevista.

"Eu sou muito fã de guilhotina, faço a vida toda. Esse cara fez o que não deveria. Quem tentar me colocar para baixo, vai cometer o maior erro da vida dele, porque eu vou finalizar", completou.

Foi a 20ª vitória da carreira de Deiveson Figueiredo. Ele só tem uma derrota no cartel.

Veja todos os resultados do UFC 255:

CARD PRINCIPAL

Deiveson Figueiredo (BRA) finalizou Alex Perez (EUA) com uma guilhotina a 1:57 do 1º round – pelo cinturão dos moscas
Valentina Shevchenko (QUI) venceu Jennifer Maia (BRA) na decisão unânime dos jurados (49-46, 49-46 e 49-46) – pelo cinturão feminino dos moscas
Tim Means (EUA) venceu Mike Perry (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 29-28 e 29-28) – meio-médios
Katlyn Chookagian (EUA) venceu Cynthia Calvillo (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 30-27) – moscas feminino
Paul Craig (ESC) nocauteou Maurício Shogun (BRA) aos 3:36 do 2º round – meio-pesados

CARD PRELIMINAR

Brandon Moreno (MEX) nocauteou (lesão) Brandon Royval (EUA) aos 4:59 do 1º round - moscas
Joaquin Buckley (EUA nocauteou Jordan Wright (EUA) a 0:18 do 1º round - médios
Antonina Shevchenko (QUI) nocauteou Ariane Lipski (BRA) aos 4:33 do 2º round – moscas feminino
Nicolas Dalby (DIN) venceu Daniel Rodriguez (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 29-28 e 29-28) – meio-médios
Alan Jouban (EUA) venceu Jared Gooden (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 30-27) – meio-médios
Kyle Daukaus (EUA) venceu Dustin Stoltzfus (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 30-26) - pesados
Sasha Palatnikov (HKG) nocauteou Louis Cosce (EUA) aos 2:27 do 3º round – meio-médios