<
>

UFC 255: Após nocaute mais viral do ano, Buckley quase 'arranca cabeça' de rival e segue 'pegando fogo'

play
Deiveson diz ter mágoa pessoal de próximo rival no UFC: 'Só não vou para cima nos bastidores porque sou bem concentrado' (0:35)

Brasileiro ganhou de Alex Perez e já deve voltar ao octógono no dia 12 de dezembro para enfrentar Brandon Moreno (0:35)

Joaquin Buckley é certamente o nome do momento no UFC. Menos de um mês e meio depois de protagonizar o nocaute mais viral dos últimos tempos, o norte-americano voltou a entrar em ação e deu mais um show. Mesmo diante de um rival bem maior, outro nocaute. Desta vez, quase ‘arrancando a cabeça’ de Jordan Wright com apenas 18 segundos do segundo round.

Buckley já tinha ficado muito perto de nocautear no final do primeiro round, mas não teve o tempo suficiente para acabar com a luta após um knockdown.

Com poucos segundos do segundo assalta, porém, ele acertou um soco incrível no rosto do adversário, jogando a cabeça de Wright para trás, já com os olhos virados de quem estava nocauteado.

Vale lembrar: em 10 de outubro, Buckley nocauteou Kasanganay com um chute rodado inacreditável no rosto. Após o adversário segurar o seu pé, ele girou sobre o próprio tronco e acertou a patada na cabeça que já derrubou o rival completamente apagado.

Buckley tem uma carreira de 12 vitórias e 3 derrotas.

E Wright não era um lutador qualquer: era simplesmente invicto até este sábado. Agora são 10 triunfos, uma derrota e uma luta sem resultado.

Veja todos os resultados do UFC 255:

CARD PRINCIPAL

Deiveson Figueiredo (BRA) finalizou Alex Perez (EUA) com uma guilhotina a 1:57 do 1º round – pelo cinturão dos moscas
Valentina Shevchenko (QUI) venceu Jennifer Maia (BRA) na decisão unânime dos jurados (49-46, 49-46 e 49-46) – pelo cinturão feminino dos moscas
Tim Means (EUA) venceu Mike Perry (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 29-28 e 29-28) – meio-médios
Katlyn Chookagian (EUA) venceu Cynthia Calvillo (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 30-27) – moscas feminino
Paul Craig (ESC) nocauteou Maurício Shogun (BRA) aos 3:36 do 2º round – meio-pesados

CARD PRELIMINAR

Brandon Moreno (MEX) nocauteou (lesão) Brandon Royval (EUA) aos 4:59 do 1º round - moscas
Joaquin Buckley (EUA nocauteou Jordan Wright (EUA) a 0:18 do 1º round - médios
Antonina Shevchenko (QUI) nocauteou Ariane Lipski (BRA) aos 4:33 do 2º round – moscas feminino
Nicolas Dalby (DIN) venceu Daniel Rodriguez (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 29-28 e 29-28) – meio-médios
Alan Jouban (EUA) venceu Jared Gooden (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 30-27) – meio-médios
Kyle Daukaus (EUA) venceu Dustin Stoltzfus (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 30-26) - pesados
Sasha Palatnikov (HKG) nocauteou Louis Cosce (EUA) aos 2:27 do 3º round – meio-médios