<
>

Marreta revela que terá que operar os dois joelhos, e médico explica como ele conseguiu lutar com ligamentos rompidos

Depois da batalha exaustiva contra Jon Jones no UFC 239 em Las Vegas há duas semanas, Thiago Marreta teve uma notícia indesejável nesta terça-feira que piorou a gravidade da sua lesão no joelho.

Segundo revelou ao programa "Resenha PVT" do canal "Portal do Vale Tudo", Marreta ficou sabendo através de sua última consulta no médico nos Estados Unidos que terá que operar os dois joelhos.

Marreta rompeu todos os ligamentos do joelho esquerdo ainda no primeiro round da luta contra Jones, a qual ele perdeu por decisão dividida.

"Um já era certo que ia operar e ele deu mais uma olhada no joelho direito e constatou que vai ter que operar o menisco no joelho direito. Vou operar os dois joelhos. A cirurgia vai ser amanhã", revelou Marreta.

Inicialmente, acreditava-se que o joelho direito, também danificado por conta da luta, tinha só um rompimento parcial e não precisaria de intervenção cirúrgica.

O lutador só vai voltar ao octógono em 2020 e deve ficar aos menos oito meses parado.

Marreta também revelou a explicação do médico para como ele conseguiu se manter em pé mesmo com os dois joelhos danificados severamente.

"Ele (médico) disse: 'Não é normal, não. Isso foi a mente dele, eu não tenho uma explicação científica para isso'", disse o meio pesado.