<
>

Com família de Segovinha presente, Botafogo empata com Guaraní e vai às quartas da Sul-Americana

Matías Segovia durante duelo entre Guaraní x Botafogo, no Defensores del Chaco, no Paraguai, pelas oitavas da CONMEBOL Sul-Americana Vitor Silva/Botafogo

Guaraní e Botafogo se enfrentaram nesta quarta-feira (9) pela segunda partida das oitavas de final da CONMEBOL Sul-Americana. Após vencer por 2 a 1 no Nilton Santos, o Glorioso segurou o empate por 0 a 0 no Defensores del Chaco e avançou às quartas de final.

Com um time praticamente reserva visando a sequência do Campeonato Brasileiro, os comandados por Bruno Lage foram a campo somente com Adryelson, Marçal, Tchê Tchê e Júnior Santos de titulares.

A primeira etapa foi bastante pegada e com muitas faltas. Aos 21, o clube carioca perdeu JP Galvão por lesão. O lateral-direito sofreu um trauma no cotovelo direito e precisou ser substituído por Di Plácido.

A principal chance foi do Guaraní. Aos 43 minutos, Néstor Camacho fez jogada pela direita, a bola sobrou para Benítez, que finalizou na trave. Na sequência, Santander cruzou para o meia finalizar novamente, desta vez para fora.

No segundo tempo, o técnico Bruno Lage sacou Tchê Tchê e Segovinha para as entradas de Marlon Freitas e Luis Henrique. E o Glorioso melhorou, conseguindo ficar mais com a posse de bola.

Aos 20 minutos, no entanto, a grande chance foi do Guaraní. Após sequência de cruzamentos, Barceló finalizou, a bola ia entrar, mas Santander, como um zagueiro, tirou a bola na linha, e a arbitragem marcou impedimento.

Aos 43, Néstor Camacho ficou com sobra na esquerda, ajeitou no peito e soltou a bomba para o gol. Mas Gatito Fernández, seguro, espalmou para fora.

Com o 0 a 0 no placar, o Botafogo se classificou às quartas da Sul-Americana. No entanto, mostrou mais uma vez no torneio o que a torcida questiona: a mudança de postura em relação ao Campeonato Brasileiro.

Família de Segovinha no Defensores del Chaco

A família de Matías Segovia, revelado no Guaraní e hoje no Botafogo, esteve no Defensores del Chaco.

Antes do confronto, Dionísio Segovia, pai do atacante, conversou com a reportagem do ESPN.com.br trajado com a camisa do filho e falou em muito orgulho de Segovinha.

Insinuante na primeira etapa, o paraguaio camisa 20 foi sacado durante o intervalo para a entrada de Luis Henrique.

Não valeu a 'secada' de flamenguistas presentes na torcida do Guaraní

Presentes no Defensores del Chaco, um trio de torcedores do Flamengo, que estarão nesta quinta-feira (10) no estádio para a partida contra o Olimpia, às 21h (de Brasília), com transmissão pela ESPN no Star+, pelas oitavas de final da CONMEBOL Libertadores, tentaram 'secar' o rival carioca se juntando aos torcedores do Guaraní.

No entanto, a missão não teve sucesso, já que o Glorioso foi às quartas de final.

Quem será o adversário nas quartas de final?

Com a classificação e a ida às quartas de final da Sul-Americana, o Botafogo terá pela frente o Defensa y Justicia, que passou pelo Emelec nas oitavas de final.

O confronto colocará frente a frente novamente brasileiros e argentinos no torneio sul-americano. Em 2019, pela primeira rodada da competição, o Glorioso venceu o Halcón por 1 a 0, no Rio de Janeiro, e 3 a 0, em Florencio Varela.

Próximos jogos do Guaraní

Próximos jogos do Botafogo