<
>

Champions: Manchester United abre placar com Cristiano Ronaldo, mas perde de virada para o Young Boys após expulsão de Wan-Bissaka

play
Champions League: Cristiano Ronaldo acerta 'nocaute' em segurança na derrota do Manchester United para o Young Boys (1:00)

O craque português ficou super preocupado com a agente de segurança que desmaiou | CLIQUE AQUI e assista ao melhor da ESPN AO VIVO no Star+ (1:00)

O Manchester United sofreu muito e perdeu por 2 a 1, de virada, para o Young Boys, da Suíça, nesta terça-feira, no Wankdorf Stadium, pela 1ª rodada do grupo F da Uefa Champions League.

Cristiano Ronaldo, que já havia feito um doblete em sua reestreia pelos Red Devils, no último final de semana, abriu o placar para os ingleses, mas Ngamaleu igualou para os donos da casa. No último lance da partida, Siebatcheu, aproveitando um recuo errado de Lingard, decretou a virada dos aurinegros.

Cristiano Ronaldo volta a campo com o Manchester United pela Premier League neste domingo, às 10h (de Brasília), contra o West Ham, com transmissão pela ESPN no Star+. Para ter mais informações, clique aqui.

O resultado acabou sendo justo na Suíça, já que o Young Boys foi muito superior durante toda a partida.

O domínio dos aurinegros ficou ainda mais evidente depois que o lateral Wan-Bissaka, do United, foi expulso aos 35 do 1º tempo, o que transformou o jogo em um massacre.

O United ainda conseguiu segurar o empate até os 50 do 2º tempo, mas Lingard deu um recuo ridículo para De Gea e entregou de presente para Siebatcheu virar.

Ao apito final, o TruMedia, banco de estatísticas da ESPN, registrou 19 finalizações para o time da casa, contra só 2 dos visitantes.

Situação do campeonato

Com o resultado, o Young Boys soma 3 pontos e assume a liderança do grupo F, enquanto o Manchester United vai para a lanterna.

Às 16h (de Brasília), Villarreal e Atalanta fazem o outro jogo do dia na chave para determinar a classificação da 1ª rodada.

O cara: David Wagner

Com passagens por Bundesliga e Premier League, o treinador do Young Boys mostrou seu alto nível nesta terça.

Ao longo dos 90 minutos, sua equipe foi claramente superior ao estrelado Manchester United e mereceu sair com os 3 pontos.

Sem medo de ser ofensivo, ele não temeu os "Diabos Vermelhos" em nenhum momento e promoveu um verdadeiro "massacre" nos números.

Segundo o TruMedia, banco de estatísticas da ESPN, o Young Boys finalizou 19 vezes no jogo, contra só 2 do United.

Suas alterações também chamaram a atenção, com muita ofensividade e desejo de ganhar a partida.

Foi mal: Wan-Bissaka

Um dos grandes destaques do United nos últimos anos, o lateral teve uma jornada desastrosa nesta terça.

Aos 35 do 1º tempo, ele deu uma solada violentíssima em Martins, do Young Boys, e levou o cartão vermelho direto.

A expulsão de Wan-Bissaka complicou muito a vida do United, que imediatamente teve que tirar Sancho e colocar Dalot para conter a pressão do adversário.

Ainda assim, os donos da casa seguiram bem superiores em campo, o que forçou Solskjaer ainda a colocar Varane na vaga de Van de Beek para segurar tudo.

Só que os Red Devils jamais se reencontraram em campo após a saída de Wan-Bissaka, e o Young Boys não só empatou como conseguiu a virada.

Próximos jogos

O Manchester United volta a campo neste domingo, contra o West Ham, às 10h (de Brasília), pela Premier League, com transmissão exclusiva para clientes Star+.

No mesmo dia, o Young Boys encara o Iliria, às 11h, pela Supercopa da Suíça.

Ficha técnica

Young Boys 2 x 1 Manchester United

GOLS: Young Boys: Ngamaleu [66'] e Siebatcheu [90+5'] Manchester United: Cristiano Ronaldo [13']

YOUNG BOYS: Van Ballmoos; Hefti (Sulejmani), Aly Camara, Lauper (Zesiger) e García; Martins (Rieder), Fassnacht, Aebischer, Sierro (Siebatcheu) e Ngamaleu; Elia (Kanga) Técnico: David Wagner

MANCHESTER UNITED: De Gea; Wan-Bissaka, Lindelof, Maguire e Luke Shaw; Fred (Martial), Van de Beek (Varane), Pogba e Bruno Fernandes (Matic); Sancho (Dalot) e Cristiano Ronaldo (Lingard) Técnico: Ole Gunnar Solskjaer