<
>

Palmeiras: Dudu fica de fora da lista de inscritos do Al Duhail para a Champions da Ásia; veja como está situação com o Alviverde

Nesta semana é dado o pontapé inicial para a Champions League da Ásia, principal competição do continente, e o atacante Dudu ficou de fora da lista de inscritos do Al Duhail, do Catar, para a primeira fase da disputa. O jogador tem contrato com o clube até junho, mas até a metade de maio deve sinalizar se exerce ou não a sua compra em definitivo junto do Palmeiras.

Devido à esta indefinição quanto à contratação do atacante de 29 anos não foi inscrito, como publicou o "Globoesporte.com". Ainda de acordo com o veículo, houve conversas preliminares entre o clube do Oriente Médio e o Alviverde, mas sem qualquer negociação efetiva.

O clube paulista segue aguardando um novo posicionamento do Al Duhail, que se contratar Dudu em definitivo poderá enfim inscrevê-lo para a fase final da Liga dos Campeões asiática.

Nesta segunda-feira (12), através do Instagram, o jogador publicou foto em avião a caminho do Brasil, apód ficar de fora da lista de inscritos do Al Duhail para a importante competição asiática.

Entenda a situação de Dudu

Até então camisa 7 do Palmeiras, o atleta foi emprestado ao clube do Oriente Médio em julho do ano passado, com vínculo até o fim de junho. Dudu chegou ao Al Duhail com opção de compra firmada em 6 milhões de euros (cerca de R$ 40,3 milhões, nas cifras atuais), a ser sinalizada até o meio do mês de maio de 2021.

O valor, porém, não representa efetivamente a cifra a ser paga pelo clube do Catar. Isso porque o Al Duhail pode fazer uma oferta menor pelo atacante ou até mesmo o Palmeiras pedir mais pelo atleta de 29 anos.

Dudu, por sua vez, se não for comprado em definitivo pelo Al Duhail, tem direito a receber uma multa de 2,5 milhões de euros (cerca de R$ 16,8 milhões) do clube que defende no momento.

Desde que chegou ao Oriente Médio, o jogador disputou 35 jogos e anotou 15 gols. Dudu disputou, inclusive, o último Mundial de Clubes da Fifa, mas seu clube foi eliminado nas quartas de final para o Al-Ahly, do Egito, que termiou em terceiro, após vencer o Palmeiras por 3 a 2 nos pênaltis.