<
>

Atlético de Madrid x Real Madrid: Suárez e Benzema marcam e rivais ficam no 1 a 1 no clássico pelo Espanhol

Eletrizante. Foi assim que Atlético de Madrid e Real Madrid empataram em 1 a 1 no Wanda Metropolitano neste domingo (07). Após sair na frente com Suárez e segurar a vantagem pela maior parte do clássico, os donos casa viram Benzema marcar no fim do jogo para igualar o placar, no duelo por LaLiga.

Com o empate dentro de casa, o Atleti chegou aos 59 pontos, e segue isolado na liderança de LaLiga, ainda com uma partida a menos que o Barcelona, vice-líder, que está três pontos atrás.

Já o Real Madrid fica com 54 pontos, na terceira colocação, ainda cinco pontos atrás do rival na briga pelo título da temporada no Campeonato Espanhol.

O jogo

A promessa de um verdadeiro jogão foi cumprida. Ligado desde o começo do jogo, o time de Diego Simeone mostrou uma vez mais uma das suas principais características: a intensidade.

Marcando a saída de bola dos merengues, a equipe do técnico argentino dificultou a construção de jogadas, forçando a recuperação da bola. E foi justamente em uma das poucas vezes que o time de Zidane se aventurou no ataque que a letalidade dos colchoneros deu as caras.

Em uma arrancada fulminante pela direita, Llorente avançou em grande velocidade após deixar Nacho Fernández na saudade e tocou para Suárez. Matador, o uruguaio acertou o corpo e deu um tapa 'nojento' de trivela na saída de Courtois, abrindo o placar aos 13 minutos.

Pressionado pelo placar adverso, o Real Madrid conseguiu o primeiro chute no gol do rival apenas aos 17, com arremate de Benzema defendido por Oblak.

O goleiro voltou a aparecer apenas aos 28, quando precisou espalmar um chute forte de Casemiro vindo da intermediária, mas longe dos tradicionais 'milagres' que costuma fazer.

Eletrizante, a partida ainda teve a interferência do VAR aos 39 minutos, após o time merengue cobrar a marcação de um pênalti após um suposto toque de mão dentro da área do brasileiro Felipe. Após revisão, a arbitragem mandou o lance seguir.

Segundo tempo

Sem mudanças na formação para o segundo tempo, Zidane tentou encurralar o time de Simeone em busca do empate, e chegou a esboçar uma pressão na retomada do jogo.

A tática do francês deu ao argentino aquilo que ele queria: espaço. Veloz com seu contra-ataque, o Atlético de Madrid criou chance importantes para ampliar logo nos primeiros minutos da etapa complementar com Carrasco e Suárez, que exigiram boas intervenções de Courtois.

Pressionado, Zidane mandou a campo Vinicius Junior e Valverde, tentando acertar o meio de campo da equipe.

Vendo as novidades em campo do Real Madrid, Simeone entrou no ‘modo vencer ou vencer’. A grande chance dos merengues nasceu dos pés de Vinicius Junior. Após jogada de Mendy em velocidade pela esquerda, a bola chegou em Vinicius Junior, que recebeu e cruzou para Benzema.

De frente para o gol, o centroavante parou em uma grande defesa de Oblak. No rebote, a bola sobrou novamente para o francês, que pela segunda vez seguida exigiu um milagre do goleiro para salvar o Atlético de Madrid do empate.

A pressão surtiu efeito. Aos 43 do segundo tempo, Benzema mostrou oportunismo para se posicionar na grande área e receber o passe de Casemiro para finalmente vencer Oblak e estufar as redes, dando números finais ao clássico.

E agora?

Após a partida deste domingo, o Atlético de Madrid volta a campo na próxima quarta-feira (10), novamente no Wanda Metropolitano, mas agora contra o Athletic Bilbao, e pode disparar ainda mais na ponta do Campeonato Espanhol.

Já o Real Madrid terá o meio da semana livre para treinamentos, e receberá o Elche dentro do Santiago Bernabéu o, no sábado (13).

Ficha técnica

ATLÉTICO DE MADRID 1 X 1 REAL MADRID

GOLS: Luis Suárez (15') para o Atlético de Madrid; Karim Benzema (88') para o Real Madrid

ATLÉTICO DE MADRID: Oblak; Trippier, Savic, Felipe e Hermoso; Koke, Lemar (Saúl), Llorente, Carrasco (João Félix) e Correa; Luis Suárez

REAL MADRID: Courtois; Lucas Vázquez, Varane, Nacho e Mendy; Casemiro, Kroos e Modric; Asensio (Valverde), Rodrygo (Vinícius Junior) e Benzema