<
>

Champions: PSG goleia Barcelona com hat-trick de Mbappé e abre boa vantagem para avançar às quartas

play
Champions League: Mbappé brilha com hat-trick, e PSG atropela Barcelona no Camp Nou (1:07)

Pelo confronto de ida das oitavas de final, os franceses conseguiram ótima vantagem para a partida de volta (1:07)

O PSG construiu um excelente resultado nesta terça-feira (16) pelo jogo de ida das oitavas de final da Champions League. Jogando no Camp Nou, os franceses saíram atrás graças a gol de Lionel Messi, mas se recuperaram e golearam o Barcelona por 4 a 1, com direito a três gols de Mbappé, destaque do jogo. Kean completou o placar.

Agora, os comandados de Maurício Pochettino têm boa vantagem para a partida de volta, marcada para 10 de março, em Paris. Ainda sem saber se poderá contar com Neymar, que se recupera de lesão, o PSG avança às quartas de final mesmo perdendo por dois gols de diferença.

Já o Barça precisará de uma nova "remontada", como aconteceu há quase quatro anos, só que fora do Camp Nou. Para evitar nova eliminação precoce na Champions, o time de Messi precisa vencer por quatro gols de diferença ou três, desde que faça cinco ou mais gols.

Em campo, os visitantes não demoraram a aparecer com perigo no jogo. Logo no primeiro minuto, Verratti lançou Mbappé na frente, Ter Stegen afastou mal a bola, deu rebote, mas o camisa 7 não conseguiu dar prosseguimento ao lance após errar passe.

Aos 4 minutos, o PSG apareceu mais uma vez. Icardi fez bela jogada pela esquerda e tocou para Gueye, que tentou finalização, mas mandou para fora.

O Barça só chegou pela primeira vez aos 13 minutos. Pedri enfiou bola para Griezmann na área, e o atacante francês bateu cruzado e forçou o goleiro Keylor Navas a fazer uma grande defesa.

Cinco minutos mais tarde, Icardi teve boa chance de abrir o marcador. O argentino recebeu na área e tocou na saída de Ter Stegen. Entretanto, Lenglet chegou para salvar e afastou o perigo.

Aos 25 minutos, apesar de um domínio maior do PSG, o Barça conseguiu abrir o placar. Kurzawa derrubou De Jong na área, e o árbitro assinalou penalidade máxima, confirmada após revisão no VAR.

Na cobrança, Lionel Messi assumiu a responsabilidade e bateu forte no canto esquerdo. O goleiro costarriquenho acertou o lado, mas a bola entou pelo alto, sem qualquer chance de defesa.

Aos 28 minutos, o Barcelona quase marcou o segundo, mas Dembélé acabou perdendo grande oportunidade. O francês recebeu de Messi na área, em boa posição para finalizar, e acabou chutando fraco demais, com Navas fazendo defesa tranquila.

Os parisienses, por sua vez, não demoraram a dar o troco. Aos 31 minutos, Mbappé recebeu de Verratti na área, passou por Lenglet e caprichou na canhota para vencer Ter Stegen e deixar tudo igual na Catalunha.

Aos 34 minutos, Kurzawa quase virou o jogo. Acionado por Mbappé na área, o lateral-esquerdo bateu cruzado e viu Ter Stegen salvar com a ponta dos dedos.

O Barcelona retribuiu com Griezmann, dois minutos depois. Após receber de Messi, o atacante francês avançou desde o meio-campo e, na entrada da área, finalizou. A bola saiu, mas com muito perigo.

No lance seguinte, com o jogo lá e cá, foi a vez de Kean quase marcar. O meia-atacante italiano bateu rasteiro na entrada da área, e Ter Stegen salvou mais uma.

E a última chance do 1º tempo também foi do PSG. Após cobrança de escanteio, Icardi cabeceou no primeiro pau com muito perigo.

Na volta para a segunda etapa, os parisienses avançaram mais uma vez em direção ao ataque. Logo no 1º minuto, Mbappé dominou fora da área e bateu colocado, com a bola passando bem próximo à meta defendida pelo goleiro alemão.

Aos 4 minutos, mais um avanço francês. Mbappé fez boa jogada e acionou Icardi. O argentino deixou bonito para Kean, que chegou batendo na área. A bola ainda bateu em Jordi Alba e forçou Ter Stegen a fazer mais uma defesa importante.

O Barça só voltou a levar perigo no jogo aos 16 minutos. No ataque, Dembélé finalizou rasteiro em direção à meta defendida por Navas, que fez defesa tranquila.

Entretanto, de nada adiantou. Aos 19 minutos, o PSG ampliou o placar mais uma vez com Mbappé, que aproveitou corte mal feito de Piqué dentro da área, após cruzamento de Florenzi, e mandou para o gol, já sem goleiro.

Aos 22, o camisa 7 de trabalho mais uma vez e quase anotou um hat-trick, mas Ter Stegen abafou tentativa de chute de canhota.

Foi então que, aos 24 minutos, os franceses chegaram ao 3º gol. Após cobrança de falta cobrada por Verratti na área, Kean subiu para cabecear e mandou para o gol. A bola ainda quicou antes de entrar.

Aos 39 minutos, Mbappé ainda marcou o quarto gol, seu terceiro no jogo, e liquidou o placar. Draxler tocou para o camisa 7, que bateu no ângulo de Ter Stegen e confirmou hat-trick.

Com o resultado, o PSG conquistou uma boa vantagem para o jogo da volta das oitavas, marcado para o próximo dia 10 de março, noa Parque dos Príncipes. Os franceses podem até perder por 3 a 0, por exemplo, que se classificam para as quartas, já que marcaram três gols na casa rival.

Ficha técnica

Barcelona 1 x 4 PSG

GOLS: Messi (pen.) (Barcelona); Mbappé (3x) e Kean (PSG)

BARCELONA: Ter Stegen; Dest (Mingueza), Piqué (Puig), Lenglet e Jordi Alba; Frenkie de Jong, Sergio Busquets (Pjanic) e Pedri (Trincão); Dembélé, Griezmann (Braithwaite) e Messi. Técnico: Ronald Koeman

PSG: Navas; Florenzi (Kehrer), Marquinhos, Kimpembe e Kurzawa; Gueye (Ander Herrera), Paredes e Verratti (Draxler); Kean (Danilo Pereira), Mabppé e Icardi. Técnico: Mauricio Pochettino.

Estatísticas

- Foram 25 finalizações do PSG, contra 16 do Barcelona

- o PSG cometeu 15 faltas, contra 11 do Barcelona

- O jogo só teve 1 cartão amarelo, mostrado para o PSG

- Mbappé é o , desde 2005, a marcar um hat-trick contra o Barça no Camp Nou

- Barcelona não sofria 4 gols em casa na Champions desde 1997, contra o Dínamo de Kiev


Próximos jogos

As duas equipes voltam a campo no fim de semana por seus respectivos campeonatos nacionais.

  • Domingo, 21/02, às 10h* - Barcelona x Cádiz - LaLiga

  • Segunda-feira, 22/02, às 16h45* - Juventus x Crotone - Campeonato Italiano

*horário de Brasília