<
>

Sneijder lembra festa com estrelas de Hollywood até às 6h antes de Champions: 'Joguei, fiz gol e dei assistência'

As confissões de Wesley Sneijder sobre sua vida fora de campo têm rendido destaque nos jornais agora que o ex-jogador está aposentado aos 36 anos. A mais recente, ao jornal holandês “De Telegraaf” foi sobre uma noitada na véspera de jogo da Champions League.

Tudo teria acontecido em setembro de 2010. No dia 29, a Inter de Milão fez 4 a 0 no Werder Bremen, da Alemanha, no Giuseppe Meazza, com hat-trick de Samuel Eto’o, o último dos gols, com passe de Sneijder, que foi o único outro jogador a marcar naquela noite.

“Uma vez fui a uma festa com George Clooney, Megan Fox e algumas estrelas de Hollywood. Cheguei em casa às 6h da manhã. No dia seguinte, joguei contra o Werder Bremen na Champions. Joguei, fiz gol e dei assistência. Se as coisas vão bem, não tem medo de repetir.”

A última frase dá o tom do que Sneijder reconhece ter influenciado em sua carreira como jogador. Recentemente, ele já havia falado sobre o alto consumo de álcool quando jogador, reconhecendo que teve “a garrafa de vodka como melhor amiga” no Real Madrid.

Apesar disso, o holandês, que foi vice-campeão da Copa do Mundo em 2010, afirmou ter ficado satisfeito com a carreira. “Estou orgulhoso do que consegui no futebol. Fui jogador da seleção da Holanda em 134 jogos. E vivi a vida. Sinto que tenho 76 anos”, brincou.

No ano do jogo após a noitada com estrelas de Hollywood, Sneijder foi campeão europeu com a Inter. Naquela ocasião, o time já era comandado por Rafael Benítez, que assumiu depois de José Mourinho conduzir a equipe à conquista.