<
>

Cruzeiro faz proposta por Rodriguinho e espera resposta: 'Aceita ou segue outro caminho'

Em meio à reformulação quase total de seu elenco para disputar o duríssimo 2020, no qual terá o desafio de passar pela Série B, o Cruzeiro conversa com o meia Rodriguinho para tentar mantê-lo no plantel.

Em entrevista exclusiva à ESPN, o diretor-executivo de futebol do clube, Ocimar Bolicenho, revelou que a equipe mineira já fez proposta ao atleta para ver se ele topa se adequar à nova realidade financeira celeste.

De acordo com o cartola, o estafe de Rodriguinho deve responder até esta quarta-feira. Caso ele dê negativa, terá que buscar um novo time, que tope pagar seu alto salário (na casa de R$ 800 mil/mês).

"Rodriguinho a gente já fez a proposta e o representante ficou de nos responder até amanhã se vai aceitar ou vai utilizar outro caminho", afirmou Bolicenho.

Segundo o diretor, a história de que o teto salarial do clube passou a ser de R$ 150 mil por jogador após a queda para a Série B não é tão verdadeira assim.

Na verdade, o que o Cruzeiro planeja é trabalhar com uma folha salarial de R$ 4 milhões por mês - ou seja, pode haver tanto atletas com vencimentos altos quanto baixos, desde que não estoure o teto de R$ 4 milhões.

"A história do teto de R$ 150 mil por jogador foi a declaração de um dirigente. O que vamos fazer é trabalhar com uma folha salarial dois terços menor que 2019, ou seja, uns 4 milhões por mês", ressaltou Bolicenho.

"O desafio não existe teto estabelecido, mas o teto de folha salarial. Cada situação tem sido resolvida de forma individual e temos que enquadrar. Já temos muito bem definidos os nomes que pretendemos que fiquem para a Série B conosco", complementou.

Em 2019, Rodriguinho sofreu com graves lesões e passou por duas cirurgias. Com isso, fez só 20 jogos pela Raposa, marcando oito gols.

Aos 31 anos, ele entrou em campo pela última vez em 26 de maio do ano passado, na derrota por 1 a 0 para a Chapecoense, pelo Campeonato Brasileiro.

Na atual pré-temporada, ele treina normalmente ao lado do restante do elenco enquanto espera sua situação ser resolvida pela diretoria e seu estafe,

EDÍLSON FICA

Além de falar sobre Rodriguinho, Ocimar Bolicenho confirmou que o lateral-direito Edílson permanecerá no Cruzeiro para a disputa da Série B.

"Edílson acabou de firmar na reunião que fizemos de tarde que está nesta empreitada como os outros", salientou.

O ala chegou a entrar na pauta do Grêmio para 2020, mas seguirá na Toca da Raposa, passando também por uma redução salarial.

Nos últimos dias, o zagueiro Léo também confirmou a sequência em Belo Horizonte.