<
>

Copa América: Ajudado duas vezes, técnico da Colômbia detona VAR e Conmebol: 'Deuses do futebol estão loucos'

A Colômbia acabou eliminada para o Chile na Copa América nos pênaltis, mas a derrota poderia ter acontecido no tempo normal. Isso porque o Chile teve dois gols anulados pelo VAR.

Na entrevista coletiva após a partida, Carlos Queiroz, técnico da seleção colombiana, que foi ajudada pelos gols revisados, não poupou críticas ao recurso de vídeo e os critérios da arbitragem na partida.

“É muito difícil para um treinador estar no jogo, e há uma situação de impedimento. 45 metros, 40 metros longe do gol. O jogador está impedido e a situação continua a ser uma situação de perigo. Isto é um coisa ruim para nós pois não sabemos o que fazer. Vamos, não vamos, lutamos. ”

“Imagina uma situação como aconteceu hoje, o jogador vai até um defensor e recebe o cartão vermelho. O que acontece depois? Para dizer que está impedido e depois recebe o cartão vermelho?"

“Hoje, quinze minutos antes de começar a partida os árbitros foram ao vestiário informando as mudanças no regulamento. Quinze minutos antes. Eu penso que os deuses do futebol estão loucos. Como é possível informar quinze minutos antes aos jogadores que as coisas mudaram? O público não sabe, as pessoas não sabem, a mídia não sabe. “

Do outro lado, na seleção chilena, o técnico vitorioso Reinaldo Rueda deu sua opinião sobre a utilização do VAR como algo que todos terão que se acostumar no futebol.

Temos que nos acostumar a isso. Essa espontaneidade do futebol.... Porque gera momentos que se celebra um gol, e depois volta a decisão. Mas é algo que temos que assimilar, é uma realidade como um lateral no meio do campo. Teremos que assimilar. As vezes nos custaram muitas decisões contra, as vezes a favor também. Por sorte, o grupo não perdeu controle mental por essas situações."