<
>

Messi volta a detonar gramados brasileiros: 'São uma vergonha. A bola fica parecendo um coelho'

Com participação bem aquém do que se espera dele, Lionel Messi deixou o Maracanã mais uma vez disparando contra os gramados brasileiros da Copa América. Nem mesmo a vitória da Argentina sobre a Venezuela por 2 a 0 acalmou o craque e camisa do time.

“A verdade é que os gramados são uma vergonha. É difícil controlar a bola, ela fica parecendo um coelho, vai para qualquer lugar com esse gramado”, detonou Messi.

"Em alguns momentos a gente tentou jogar, mas foi complicado. O gramado não ajuda ninguém. Você sempre necessita ter o controle da bola, mas não consegue conduzir. É uma lástima que estejamos jogando em um campo desses em uma Copa América”, disse Messi.

A Argentina já havia sofrido é reclamado dos gramados da Fonte Nova, em Salvador, do Mineirão, em Belo Horizonte, e da Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

”Como eu disse recentemente, é o que temos. Há mais divididas que jogo de futebol. Mas estamos preparados para isso também", afirmou o camisa 10.

Durante o jogo ele ficou aquém do que costuma fazer. Não deu nenhum chute. Não deu nenhuma assistência. E foi praticamente invisível durante os dois tempos.

Messi já havia reclamado dos gramados brasileiros após a vitória argentina sobre o Catar, no Mineirão, no último domingo. Na ocasião, ele havia dito que "todos os campos são muito ruins".

A Argentina vai enfrentar a seleção brasileira na semifinal da Copa América na próxima terça, em Belo Horizonte, às 21h30.