<
>

Copa América: melhor ataque, pior defesa, rei dos passes - o raio-X da 1ª fase

play
Tironi exalta Cavani e Suárez no Uruguai, o que pode ser Messi na Argentina, mas não acha 'o cara' no Brasil (1:51)

Atacante uruguaio fez o gol da vitória no final da partida contra o Chile (1:51)

A primeira fase da Copa América chegou ao fim na noite desta terça-feira. Oito classificados seguem na briga pelo título. Agora é mata-mata: Brasil x Paraguai, Venezuela x Argentina, Chile x Colômbia e Uruguai x Peru. Quatro já foram eliminados: pela ordem, Japão, Catar, Equador e a lanterna Bolívia.

Tem apenas um time com uma campanha perfeita, 100% de aproveitamento. Outro começou oscilante, mas de repente deslanchou e se tornou dono do melhor ataque. Uma seleção teve dois expulsos. Outra, 11 cartões amarelos.

Artilheiros? Sim, nada menos do que 9 jogadores estão empatados no topo da tabela. Já nas assistências, tem um que reina soberano. Quem mais chutou não teve o melhor aproveitamento. Quem mais passou também não.

Veja, abaixo, os números que contam a história de como se desenhou a fase de grupos da Copa América-2019: