<
>

R$ 3,5 bilhões e 4 reservas: veja a seleção dos mais caros da Copa América

Quanto vale o show da Copa América?

O time ideal de acordo com o valor de mercado dos jogadores vale, pelo menos, R$ 3,5 bilhões. A equipe é dominada por jogadores brasileiros, completada por atletas de Argentina, Colômbia e Uruguai.

Curiosamente, quatro dos "eleitos" não são titulares de suas seleções. E valem uma fortuna!

Posição por posição, veja a escalação da seleção da Copa América, levando em conta os 11 atletas mais caros da competição:


Alisson

Goleiro
Brasil

Não é por acaso que ele já foi o goleiro mais caro do mundo - foi superado por Kepa, na transferência do Athletic Bilbao para o Chelsea. Campeão da Champions League pelo Liverpool e vice da Premier League, viveu um 2018-2019 dos sonhos. Na Copa América, ainda não levou gol.

Mercado: Não vai sair do Liverpool tão cedo.


Arias

Lateral direito
Colômbia

O Atlético de Madrid buscou Santiago Arias na última temporada, já se preparando para a despedida do eterno Juanfran, que pode vir para o futebol brasileiro. O colombiano de 27 anos, no entanto, ainda não se firmou como titular da seleção na Copa América e briga por uma vaga com Stefan Medina. Arias jogou o segundo tempo contra o Catar e o jogo inteiro diante do Paraguai, totalizando 135 minutos na competição.

Mercado: Fica no Atlético. É a aposta do clube para a posição para as próximas temporadas.


Marquinhos

Zagueiro
Brasil

Ele tem apenas 25 anos, mas o nome está nas manchetes há muito. Desde a saída precoce do Corinthians para a Roma, em 2012, e sua posterior contratação pelo PSG, no ano seguinte, Marquinhos sempre foi apontado como um jogador de futuro na posição. O futuro virou presente e, depois da Copa do Mundo da Rússia, se firmou como sucessor natural de Thiago Silva e Miranda.

Mercado: Só sai do PSG para o Barcelona, e por um caminhão de dinheiro.


Giménez

Zagueiro
Uruguai

Ele chegou aos 18 anos ao Atlético de Madrid e, desde então, foi lapidado para ser a nova versão de Diego Godín. Jogando ao lado do "mestre" no clube espanhol e também na seleção, José María Giménez se tornou um dos zagueiros mais seguros do mundo. Assim como Marquinhos, é um velho conhecido dos torcedores, mas tem apenas 24 anos.

Mercado: Só sai do Atlético se alguém abrir os cofres. E por uma fortuna.


Alex Sandro

Lateral esquerdo
Brasil

É curioso que o lateral esquerdo mais caro da Copa América seja banco da seleção brasileira. Alex Sandro tem 28 anos, brilhou no Porto e se firmou na Juventus, mas a concorrência da posição com Marcelo e, agora, Filipe Luis, prejudicou uma sequência no time nacional. Na Copa América, foram apenas 33min, entrando no segundo tempo na goleada sobre o Peru.

Mercado: Dizem por aí que pode ser incluído em uma possível negociação com o Manchester United por Paul Pogba.


Allan

Meia
Brasil

Do Vasco para a Udinese, da Udinese para o Napoli, do Napoli para... Allan está na mira de gigantes da Europa. Polivalente, foi convocado por Tite para dar opções ao meio-campo, especialmente na saída de bola. Na Copa América, sua participação ainda é tímida: 20min em campo na goleada diante do Peru.

Mercado: O PSG está louco por ele. O Napoli já disse que não vai vender, mas, sabe como é...


Arthur

Meia
Brasil

Virou um dos pilares no meio-campo do Barcelona por uma série de motivos: sabe passar, recompõe em velocidade, ataca com precisão, finaliza razoavelmente bem de fora da área. Ganhou, assim, o olhar carinhoso de Tite, e se tornou titular da seleção depois da Copa do Mundo da Rússia.

Mercado: Foi contratado para ser o presente e o futuro do Barcelona. Faz 23 anos em agosto e tem mais cinco temporadas de vínculo com o clube.


Messi

Meia-atacante
Argentina

É o melhor jogador do mundo, um dos grandes da história, ponto. Sofre todas as vezes que veste a camisa da Argentina, ponto também. E uma coisa não exclui a outra.

Mercado: Se depender do Barcelona, jamais sairá do clube.


Dybala

Meia-atacante
Argentina

Aos 25 anos, ele já foi apontado como um dos "novos Messis" do futebol mundial. A primeira temporada ao lado de Cristiano Ronaldo na Juventus simplesmente não aconteceu. Dybala tem talento, é fato, assim como é fato que ele foi pouco aproveitado na seleção argentina. Será que ainda dá tempo de explodir na Copa América? Até agora, 14min em campo, contra o Catar.

Mercado: A lista de interessados é extensa, como Atlético de Madrid, Barcelona, Bayern, Inter de Milão, Manchester United, Real Madrid....


Philippe Coutinho

Meia-atacante
Brasil

Você pode criticar as atuações de Coutinho pelo Barcelona - a torcida catalã que o diga -, mas, pela seleção, ele é outro jogador. O meia é um dos destaques desde que Tite assumiu o comando, fez uma bela Copa do Mundo na Rússia e já marcou duas vezes na Copa América. Talento ele tem de sobra, resta "encaixar" o bom futebol no clube espanhol.

Mercado: Neymar de volta, Coutinho no PSG? É um dos rumores. O Manchester United também teria interesse se o Barcelona optasse por negociar a contratação mais cara de sua história.


Firmino

Atacante
Brasil

Encantou Jurgen Klopp no Liverpool ao alternar seu posicionamento, ora na armação, ora no comando do ataque, ora centralizado, ora caindo nas laterais. Uma lesão na reta final da temporada europeia o tirou de combate e colocou em dúvida como ele iria chegar para a Copa América. Em condições ideais, sai em vantagem na briga com Gabriel Jesus pela camisa 9 da seleção.

Mercado: Assim como Alisson, não sai tão cedo do Liverpool.