<
>

Promotora diz que Neymar 'respondeu todas as perguntas de maneira satisfatória' e negou estupro

Após depoimento de Neymar na 6ª Delegacia de Defesa à Mulher, em Santo Amaro, na Zona Sul de São Paulo, nesta quinta-feira, a promotora Flávia Cristina Merlini, do Enfrentamento à Violência Doméstica, disse que ele respondeu a todas as perguntas de maneira satisfatória e negou o crime de estupro.

"Ele deu os esclarecimentos necessários que vão ser analisados junto com as outras provas. Ele foi ouvido e a partir de agora a [delegada] Dra. Juliana vai proceder a outras diligências que entende necessário até a conclusão do inquérito. Como é sigiloso, nós não podemos divulgar", afirmou.

Ela foi designada pelo Ministério Público de São Paulo para acompanhar o caso denunciado pela modelo Najila Trindade.

"Ele respondeu todas as perguntas de maneiras satisfatórias, ele não deixou dúvidas para o Ministério Público fazer outras perguntas de acordo com o que já tem de provas. A não ser que outras provas apareçam", afirmou.

A promotora Flávia também disse que, por enquanto, a investigação não terá acareação de Neymar com Najila. "Acredito que não (haverá necessidade de acareação). Mas pode ser que sim, isso será decidido conjuntamente".

Escoltado por viaturas da Polícia Civil, o jogador chegou acompanhado por seguranças e seus advogados pouco depois das 15h em uma van junto com seu staff depois de pousar seu helicóptero em um hotel próximo.

Com o auxílio de uma muleta, Neymar se locomoveu lentamente até a porta do local e em nenhum momento se virou para a imprensa, que compareceu em peso para a cobertura do caso.

Do lado de fora, dezenas de pessoas ficaram em frente à delegacia para acompanhar a chegada e o depoimento de Neymar para a delegada Juliana Bussacos. Cerca de 50 agentes participaram de toda a operação para garantir a segurança do atleta.