<
>

Olimpíadas: Rebeca Andrade volta a fazer história e conquista medalha de ouro inédita para o Brasil

play
Rebeca Andrade escreve nome na história e conquista 1º ouro da ginástica feminina do Brasil em Olimpíadas; veja como foi (1:02)

Brasileira conquistou ouro no salto e somou à prata que havia vencido no individual geral (1:02)

Rebeca Andrade voltou a fazer história neste domingo (1º). Após ser prata no individual geral da ginástica artística, a primeira honraria olímpica da história da modalidade para o Brasil, a atleta conquistou sua segunda medalha nas Olimpíadas de Tóquio. E foi simplesmente de ouro!

Desta vez, a paulista de Guarulhos (SP) de 22 anos não deu chance a nenhuma rival e venceu a final do salto com uma nota de 15.083. Agora, a ginástica verde e amarela também tem registrado na história o lugar mais alto do pódio em uma edição dos Jogos.

Clique aqui para ver o Quadro de Medalhas das Olimpíadas atualizado e siga os Jogos de Tóquio em TEMPO REAL!

MyKayla Skinner, dos Estados Unidos, ficou com a prata e Seojong Yeo, da Coreia do Sul, com o bronze.

Rebeca abriu seus saltos com um 15.166, que teve 0,1 descontado porque a brasileira pisou na linha quando pousou. Na sequência, fez um salto um pouco mais simples, mas executou de maneira brilhante e cravou 15.000. Com isso, conseguiu sua média de 15.083 e assumiu a liderança provisória.

Na sequência da brasileira, uma das principais adversárias de Rebeca foi ao salto, mas teve uma performance muito abaixo do esperado. Jade Carey, dos Estados Unidos, fez apenas 11.933 no primeiro e 12.900 no segundo, ficando com média de 12.416.

Quando Akhaimova, do Comitê Olímpico Russo, entrou para fazer seu salto, Rebeca já tinha no mínimo a prata garantida. A russa fez 14.683 e Rebeca ficou com o ouro.

É a 10ª medalha do Brasil em Tóquio. O país agora tem dois ouros (Ítalo Ferreira no surfe e o de Rebeca), três pratas (Kelvin Hoefler e Rayssa Leal no skate e Rebeca Andrade na ginástica) e cinco bronzes (Bruno Fratus e Fernando Sheffer na natação, Daniel Cargnin e Mayra Aguiar no judô e a dupla Pigossi-Stefani no tênis).