<
>

NFL: Quem são os 10 melhores wide receivers da temporada 2020?

play
Enganou até a câmera: conheça a nova 'invenção' de Patrick Mahomes (0:05)

O astro do Kansas City Chiefs continua dando o que falar (0:05)

Para projetar a temporada 2020 da NFL, pedimos a mais de 50 executivos, treinadores, olheiros e jogadores da liga que nos ajudassem a montar um top-10 jogadores de 11 posições diferentes (desculpe, special teams). Os resultados podem te surpreender. Eles me surpreenderam.

Funcionou assim: foram escolhidos de 10 a 15 jogadores em uma posição específica e, em seguida, juntamos os resultados e classificamos os candidatos com base no número de votos top-10, média, entrevistas e pesquisas.

O objetivo é identificar os melhores jogadores da atualidade. Não estamos projetando o futuro. Quem é o melhor hoje? Bem simples.


A profundidade e ampla produtividade da posição de wide receiver tornam quase inútil a criação de uma lista dos 10 melhores. No total, 25 receptores conseguiram pelo menos 1.000 jardas em 2019 - e isso não inclui Davante Adams, Tyreek Hill, Adam Thielen e outros que perderam tempo significativo por causa de lesão.

Os jogadores do segundo e terceiro ano estão conquistando números reais, mas têm dificuldade em ingressar nesta lista porque os líderes estabelecidos não desistem.

Para todos os wide receiver considerados ótimos, o melhor entre todos surpreendeu pelo domínio na votação.


1. Julio Jones | Atlanta Falcons

Idade: 31 | Maior ranking: 1 | Menor ranking: 7

A expectativa ao começarmos a votação era a de que seria uma disputa entre Michael Thomas e DeAndre Hopkins. Não foi. Mais da metade dos eleitores escolheu Jones como o melhor. "Ele é um avatar", disse um coordenador da NFL. "Há apenas um dele."

Ele tem tamanho e velocidade, pode vencer nos três níveis e não se importa com marcações acirradas, recebendo 35 passes em janelas apertadas nas últimas duas temporadas, atrás apenas de Thomas.

"Toda vez que estamos procurando recebedores, é o que queremos", disse um quarterback veterano da NFL. "Ele tem tudo."

Sua única fraqueza é que ele tem 31 anos.

Alguns cornerbacks disseram que preferiam enfrentar Jones do que, digamos, um cara como Davante Adams. Um coordenador disse que Jones é incrível, mas "apenas em 60% dos snaps".

2. Michael Thomas | New Orleans Saints

Idade: 27 | Maior ranking: 1 | Menor ranking: 6

Thomas dominou o segundo lugar da votação, mas um coordenador da NFL que o colocou como número 1 deu o maior elogio.

"Ele é como o Jordan em ‘Last Dance’", disse. "Ele recebe a bola o dia todo. Você aponta para esse cara e diz: 'Ele vai ganhar o jogo para nós'."

Combine sua incrível competitividade com estatísticas históricas (um recorde da NFL de 149 recepções para 1.725 jardas) e é meio difícil imaginar por que ele não teve mais votos no topo da lista.

Se houver algum argumento contrário, se trata do que pondera um cornerback veterano da NFL.

"Nós sabemos que eles vão conseguir fazer a bola chegar nele. Ele é metade do ataque - mas ele não está te punindo como um Tyreek Hill", disse o jogador.

Mas existem contra-argumentos como este que são difíceis de negar: ele recebeu 63,6% das jogadas em janelas apertadas (21 de 33), melhor marca da liga.

"Ele traz esse elemento de resistência, capacidade de criar separação e receber o passe. O mais completo", disse um coordenador da NFL.

play
0:21

NFL: Jogador dos Seahawks que não tem uma das mãos vence duelo de 'pedra, papel e tesoura' de forma hilária e tira sarro nas redes sociais

'Todo mundo sabia que era papel', brincou Shaquem Griffin no Twitter

3. DeAndre Hopkins | Arizona Cardinals

Idade: 28 | Maior ranking: 1 | Menor ranking: 6

Quando a bola está no ar, “Nuk” vai descer com ela.

Vários treinadores ecoaram esse pensamento ao avaliar Hopkins, e suas 112 recepções contra marcação individual nas duas últimas temporadas, a segunda melhor marca da NFL atrás de Thomas, valida essa ideia.

"Não é o mais rápido, mas ninguém consegue marcá-lo", disse um assistente ofensivo da NFL. "Todos os treinadores com quem conversei dizem que ele tem as melhores mãos que já viram."

Desde que ele se juntou a Deshaun Watson em 2017, Hopkins teve uma média de 105 recepções para 1.372 jardas e 10,3 touchdowns por temporada. E a maioria acha que as habilidades de Hopkins vão casar muito bem com os lançamentos de Kyler Murray. Não deixe que a taxa de 2% de drops em 2019 o engane.

"Melhores mãos, sem dúvida", disse um treinador da NFL.

O raio de recepção e a mentalidade para fazer jogadas estão "acima da média", disse um treinador de longa data.

4. Odell Beckham Jr | Cleveland Browns

Idade: 27 | Maior ranking: 1 | Menor ranking: 10

Beckham começou sua carreira no caminho de Jerry Rice, mas tem produzido não muito acima da média desde 2017 por causa de lesões, jogadas questionáveis e um começo curioso em Cleveland.

Mas seu raro talento ainda é inegável para alguns eleitores que o apontaram como número 1. Vários treinadores dizem que ele ainda é o único recebedor que pode "fazer qualquer coisa com a metade inferior do corpo".

"Correr após a recepção, rastrear a bola profunda, avançar em todas as rotas, bloquear - ele pode ser o recebedor mais completo", disse um assistente ofensivo de longa data da NFL.

Para ter certeza, Beckham claramente foi afetado na última temporada por uma lesão no quadril que exigiu cirurgia. Não ajudou que a equipe técnica anterior dos Browns parecia não ter plano de jogo a cada semana. Beckham ainda produziu 459 de suas 1.035 jardas no play-action, terceira maior marca na NFL. Seus 29 alvos em passes de mais de 20 jardas aéreas empataram em segundo.

São as intangíveis de Beckham, cuja "montanha-russa mental" em campo, que o impedem de ser grandioso, disse um famoso treinador da liga. "Eu o vejo desistir de jogos há anos", disse o treinador.

Um jogador veterano da NFL adicionou: "Todo o jogo parece muito para ele. Em algum momento, você vai dizer que nenhuma de suas equipes teve sucesso. Em algum momento, você deve se perguntar sobre isso."

5. Tyreek Hill | Kansas City Chiefs

Idade: 26 | Maior ranking: 3 | Menor ranking: 11

Hill venceu uma corrida de três jogadores pelo quinto lugar por que ele tem o poder de acabar com os jogos e vem fazendo isso como ninguém. Desde 2017, ele tem 21 recepções para touchdowns atingindo a marca de 32km/h, quatro a mais do que qualquer outro jogador.

A capacidade de fazer 40 jardas em 4s2 ajuda, mas essa não é a única razão pela qual ele está entre os cinco melhores recebedores da liga

"Há muitos caras rápidos, mas ninguém corre o campo como Tyreek", disse um coordenador da NFL. "Ele tem essa consciência. Ele sabe onde os espaços vão se abrir."

Muitos criticam Hill por corridas irregulares, apontando que Patrick Mahomes e Andy Reid maximizam sua capacidade. Mas Hill faz coisas de wide receiver número 1 toda semana. Ele recebeu 77% de seus alvos de terceira descida no ano passado (20 de 26), terceira melhor marca entre os recebedores com pelo menos 15 alvos nessa descida. Suas 42 recepções de mais de 20 jardas aéreas desde 2017 são a maior marca da NFL.

"A visão é a coisa mais importante - para onde ir, chegar lá, entender os ângulos - e ele brinca com os caras", disse outro coordenador da NFL.

play
0:19

Aos 42 anos e usando calça e suéter, Chad Ochocinco, ex-NFL, chega a incríveis 35 km/h na esteira

Ex-wide receiver impressionou e compartilhou vídeo nas redes sociais

6. Mike Evans | Tampa Bay Buccaneers

Idade: 26 | Maior ranking: 1 | Menor ranking: 12

De maneira silenciosa, Evans se tornou um dos recebedores mais consistentes da NFL, com média de 1.210 jardas por temporada desde 2014.

Mais importante, essa média de 17,5 jardas por recepção nas duas últimas temporadas dá a Tom Brady uma ameaça instantânea de big plays em Tampa. Vários jogadores da NFL disseram que Evans é "totalmente subestimado".

"Mudei de opinião sobre ele", acrescentou um treinador ofensivo da NFL. "Eu não era louco por ele no Draft, mas suas rotas intensas ficaram muito melhores. Ele é um dos cinco melhores na posição agora."

O problema com Evans é se Brady ainda tem o braço para que a bola chegue nos passes longos, área em que Evans prospera. Ele teve média de 15,04 jardas por alvo no ano passado, a quarta mais alta da NFL, e muitos concordam que a força do braço de Brady diminuiu, o que poderia resultar em um trabalho mais intermediário para Evans.

7. Davante Adams | Green Bay Packers

Idade: 27 | Maior ranking: 1 | Menor ranking: 12

Adams perdeu uma disputa acirrada para Evans e Hill, mas muitos acreditam que ele é um dos três melhores da liga na posição.

"Você coloca Adams em qualquer time e ele se dará bem", disse um veterano quarterback da NFL. "Grande, rápido, habilidoso."

Ele dominou a arte de vencer a marcação com suas antecipações. A média de Adams de 3,3 jardas de separação dos defensores por alvo é a quarta entre 29 recebedores com pelo menos 100 alvos no ano passado.

Vinte e dois por cento de seus alvos foram considerados "totalmente abertos", com 5m ou mais de separação.

"Eu odeio jogar contra ele mais do que qualquer outro recebedor", disse um jogador veterano da NFL.

Um treinador veterano chama Adams de "insanamente talentoso", mas imperfeito, confiando mais no instinto do que no refinamento das jogadas. Com 876 jardas após a recepção nos últimos dois anos, é difícil argumentar com o método.

play
1:05

Mahomes diz quantos títulos precisar ter para ser um dos maiores da NFL: 'O Brady tem seis...'

Quarterback dos Chiefs, que renovou contrato por mais 10 temporadas, conversou com a ESPN

8. Keenan Allen | Los Angeles Chargers

Idade: 28 | Maior ranking: 2 | Menor ranking: 10

Allen não é uma unanimidade entre os fãs da NFL, mas a história é outra lá dentro.

"Usamos exemplos de vídeos dele fazendo suas rotas", disse um técnico da NFL.

Allen é amplamente conhecido como um dos corredores de rota mais refinados da liga, característica que o ajudou a se tornar um dos quatro wide receivers com pelo menos 300 recepções e 3.500 jardas desde 2017. Os outros três? Curiosamente, os números 1, 2 e 3 desta lista.

Os 70,7% de aproveitamento de Allen no slot são a sétima marca na NFL entre 21 jogadores com pelo menos 50 alvos.

"Não existe nada melhor do que ele no slot", disse um coordenador da NFL. "Ele entende todos os lançamentos. Ele tem um plano. O timing é perfeito."

Uma crítica a Allen é que ele não é considerado um verdadeiro recebedor externo por muitos. Mas os Chargers contestariam isso, acreditando que ele tem velocidade suficiente para fazer, basicamente, qualquer coisa em campo.

9. Chris Godwin | Tampa Bay Buccaneers

Idade: 24 | Maior ranking: 4 | Menor ranking: Fora da lista

Godwin não só explodiu para 1.333 jardas e nove touchdowns em sua terceira temporada da NFL, mas também conquistou a nota 90,7 do Pro Football Focus. Executivos e treinadores ainda não veem Godwin como um dos melhores. E vários preferem Kenny Golladay entre os recebedores que estão no quarto ano, porque ele comanda mais atenção no plano do jogo com tamanho e raio de recepção. Mas os Bucs - e grande parte da liga - esperam que Godwin continue melhorando.

"Se você não está convencido agora, estará no fim do ano", disse um executivo da NFC. "Mike Evans é provavelmente mais talentoso, mas Godwin faz tudo bem e tem mãos espetaculares."

Godwin teve zero drops há um ano, ao receber 12 de 19 passes em bolas lançadas para mais de 20 jardas, melhor marca da NFL entre 43 jogadores com 15 ou mais alvos assim. Ele liderou a liga com 25 recepções de mais de 20 jardas.

"Eu não gostei dele logo de cara, mas ele tem tamanho, força e capacidade atlética. É um grande alvo também", disse um coordenador da NFL.

Um assistente técnico ofensivo deu um passo adiante. "Há um pouco de Steve Smith nele", disse o treinador. "Eu não estou dizendo que ele é o Steve Smith, mas ele é um cara bem durão."

play
0:57

Kyler Murray cita 'falta de respeito' após rating de game: 'Alguém no escritório do Madden está tentando me atrapalhar'

Quarterback dos Cardinal não gostou nada de ter o overall 77 do game da NFL

10. Amari Cooper | Dallas Cowboys

Idade: 26 | Maior ranking: 4 | Menor ranking: Fora da lista

Jogador que mais divide opiniões na lista, Cooper foi criticado por vários eleitores por conta daquilo que ele deveria ser. Um coordenador disse que Cooper é "um top-10 dormindo" com capacidade "sem esforço", o que é um problema. Ele é o 10°, mas deveria ser o quinto.

"Há algo que o impede", disse um funcionário da NFL. "Ele era o melhor recebedor do mercado e eu não queria assinar com ele."

Cooper é de Miami, mas é mais reservado por natureza, disse um executivo da NFC. Mas o executivo observa que ele não deve ser punido por isso e está facilmente entre os cinco primeiros.

Um relatório de um coordenador ofensivo diz: "Grande, muito rápido e entende os ângulos. Tem um ótimo double move. Não é técnico, é meio desleixado, mas repentino."

Cooper ficou em segundo lugar na NFL com um aproveitamento de recepção de 59% nos passes de mais de 20 jardas (13 de 22) e o primeiro em receber jardas no limite (a menos de 1,80m da linha lateral), com 176.

Tudo isso é ótimo, mas Cooper teve dificuldade em dois jogos de alto nível na última temporada, incluindo o jogo com zero recepções contra o New England Patriots e as quatro recepções para 24 jardas em 12 alvos em uma derrota crucial na Semana 16 para o Philadelphia Eagles, que praticamente venceu a divisão nesta partida.

Também receberam votos

Stefon Diggs | Buffalo Bills: “Eu iria à guerra com Diggs sempre. O cara é um animal. E ele tem aquele ar de recebedor número 1. Eu amo isso” – Assistente ofensivo da NFL

Adam Thielen | Minnesota Vikings: “Pergunte aos Vikings quem era melhor [Thielen ou Diggs]... a maioria diz que Thielen faz tudo bem. Tem pernas rápidas e pode receber passes longos também”. – Executivo da NFL

Kenny Golladay | Detroit Lions: “Ele é importantíssimo para o plano de jogo, e assusta a defesa mais do que os jovens. É um cara grande que pode passar por cima de você”. – Coordenador de passe da NFL

AJ Green | Cincinnati Bengals: “Ele provavelmente treinou por cinco minutos no ano passado. Ainda é um jogador top-10 facilmente, mas é difícil colocá-lo lá por conta das lesões”. – Executivo da AFC

Courtland Sutton | Denver Broncos: “Ele será uma estrela este ano. Ainda precisa de um pouco de experiência, mas eu vi suas jogadas no ano passado, e ele pode fazer tudo”. – Executivo da NFC