<
>

Washington Redskins confirma que vai mudar de nome e escudo na NFL

play
Mahomes diz quantos títulos precisar ter para ser um dos maiores da NFL: 'O Brady tem seis...' (1:05)

Quarterback dos Chiefs, que renovou contrato por mais 10 temporadas, conversou com a ESPN (1:05)

Nesta segunda-feira, o Washington Redskins confirmou que vai mudar seu nome e seu escudo, um dos mais tradicionais e controversos da NFL. Redskins (Peles Vermelhas) é uma maneira pejorativa de se referir aos índios nativos dos EUA.

Vários patrocinadores - liderados por FedEx (que tem os naming rights do estádio do time em um acordo de US$ 205 milhões que vai até 2025), Nike e Pepsi - já haviam pressionado pela mudança do nome.

Além disso, lojas de roupas como Target, Walmart e Amazon pararam de vender as mercadorias da equipe.

"Hoje, nós anunciamos que vamos aposentar o nome e o logo dos Redskins após o complemento dessa revisão", afirmou a franquia em comunicado oficial.

"Dan Snyder (dono) e o técnico Ron Rivera estão trabalhando de perto para desenvolver um novo nome e uma abordagem de desenho que vão realçar a posição de nosso orgulho, a rica tradição da franquia e inspirar nossos patrocinadores, torcedores e comunidade pelos próximos 100 anos", encerrou.

Na semana passada, o repórter da ESPN Adam Schefter revelou que não haverá imagens de nativos americanos (querem evitar problemas futuros). Outra fonte da equipe da capital dos Estados Unidos disse que o plano, a partir de agora, é manter o esquema de cores bordô e dourado.

O processo todo pode durar até dois anos.