<
>

Disney e Colin Kaepernick fecham parceria para série sobre questões sociais

play
Rômulo analisa pedido de desculpas de comissário da NFL a Kaepernick: 'Foi sincero ou oportunista? O legado dele depende da postura a partir desse momento' (1:51)

Com movimento Black Lives Matter (Vidas Negras Importam), liga de futebol americano mudou sua postura pública (1:51)

Colin Kaepernick será destacado em uma série exclusiva produzida pela ESPN Films, como parte de um acordo com a Walt Disney Company.

O acordo entre o braço de produção de Kaepernick, Ra Vision Media, e a Disney foi anunciado segunda-feira. A parceria se concentrará em contar histórias com e sem roteiro que explorem raça, injustiça social e a busca pela equidade. Também fornecerá uma plataforma para mostrar o trabalho de diretores e produtores de minorias.

"Estou animado em anunciar essa parceria histórica com a Disney em todas as suas plataformas para elevar diretores, criadores, contadores de histórias e produtores negros e inspirar os jovens com perspectivas convincentes e autênticas", disse Kaepernick em comunicado. "Estou ansioso para compartilhar a minha história de vida, além de muitos outros projetos culturalmente impactantes que estamos desenvolvendo".

Apesar de estar exilado da NFL desde a temporada de 2016, quando ficou de joelhos durante o hino nacional para protestar contra a brutalidade policial e a desigualdade racial, Kaepernick ainda quer jogar.

Uma pessoa próxima ao ex-quarterback do San Francisco 49ers disse à Associated Press que Kaepernick está em excelente forma e pronto para jogar, mas que ainda não recebeu nenhuma ligação.

play
1:02

Comissário da NFL, Goodell apoia retorno de Kaepernick e sugere ajuda do astro em 'situações delicadas'

'Os encorajo a fazer isso', disse o comissário da liga sobre equipes que queiram contratar o quarterback

Após os protestos em todo o país após a morte de George Floyd, o comissário da NFL Roger Goodell pediu desculpas aos jogadores por não ter ouvido suas preocupações sobre a desigualdade racial anteriormente. Ele os encorajou a protestar pacificamente.

Kaepernick, que se tornou o rosto de uma campanha da Nike em 2018, trabalhará em estreita colaboração com o The Undefeated, que está expandindo seu portfólio em toda a Disney, para contar histórias a partir da perspectiva de comunidades negras.

Seu acordo com a Walt Disney Co. se estenderá por todas as plataformas da Disney, incluindo a Walt Disney Television, ESPN, Hulu, Pixar e o The Undefeated.

"Durante esse período sem precedentes, a Walt Disney Company continua comprometida em criar conteúdo diversificado e inclusivo que ressoe e que importe", disse Bob Iger, presidente executivo da Disney. "A experiência de Colin oferece a ele uma perspectiva única sobre a interseção de esportes, cultura e raça, que sem dúvida criará histórias atraentes que educarão, iluminarão e divertirão, e esperamos trabalhar com ele nessa importante colaboração".

Uma série/documentário narrando a jornada de Kaepernick e seus últimos cinco anos é o primeiro projeto em desenvolvimento.

"O desenvolvimento de narrativas excepcionais contadas através de uma grande variedade de vozes é quem somos aqui na ESPN", disse o presidente da ESPN, Jimmy Pitaro. "Colin teve um caminho único, tanto como atleta quanto ativista, e, como o país continua a enfrentar o racismo e a injustiça social, parece particularmente relevante ouvir a voz de Colin sobre sua evolução e suas motivações".