<
>

Cam Newton nos Patriots: muitas perguntas, algumas respostas, números e curiosidades do substituto de Tom Brady

play
Ainda sem time na NFL, Cam Newton vai para o basquete e encara o rapper Quavo em jogo 3x3 (1:02)

Quarterback ainda não definiu futuro após ser cortado do Carolina Panthers (1:02)

Sai Tom Brady, chega Cam Newton. A notícia movimentou o mercado da bola oval na noite deste domingo. O quarterback chega ao New England Patriots em meio a dúvidas sobre sua condição clínica e à esperança em retomar o passado de grandes atuações. E com a difícil missão de substituir um dos maiores da história.

Em 20 de março, Brady, 42 anos, assinou contrato com o Tampa Bay Buccaneers, após 20 anos defendendo a camisa dos Patriots e com seis títulos de Super Bowl no currículo. Números e recordes que o colocam na lista dos gigantes da NFL em todos os tempos, para muitos, o melhor.

Se Brady foi a 199ª escolha no Draft, apenas na sexta rodada em 2000, Newton foi o número 1 do Carolina Panthers em 2011. Não tem nenhum título do Super Bowl, mas bateu na trave em 2015, na icônica edição 50, quando liderou o time em uma campanha quase perfeita na temporada regular – 15 vitórias e 1 derrota, sendo MVP – e perdeu a grande decisão para o Denver Broncos por 24 a 10.

Desde então, as lesões atrapalharam a carreira do “Superman” e os resultados dos Panthers. O ombro e, principalmente, uma fratura no pé fizeram com que o rendimento de Newton, hoje aos 31 anos, fosse decaindo. Desde 2015, a equipe só foi para os playoffs uma vez, em 2017, perdendo para o New Orleans Saints no wild card em janeiro de 2018. O time não se classificou para a fase eliminatória em 2016, 2018 e 2019.

Em 17 de março deste ano, três dias antes da assinatura de Brady com os Buccaneers, Newton recebeu permissão dos Panthers para tentar uma troca. A tentativa não teve sucesso e, uma semana depois, a franquia oficialmente dispensou o quarterback. Agora, ele chega aos Patriots para formar uma trinca de quarterbacks com Jarrett Stidham e Brian Hoyer.

É essa a dúvida que fica para o torcedor dos Patriots? Qual versão de Cam Newton chega à franquia? Como o técnico Bill Belichick vai lidar com o reforço? Veja abaixo números e curiosidades do substituto de Tom Brady:

E a grana?

O lado financeiro da negociação será interessante. Os Patriots estão hoje com pouco menos de US$ 950 mil de espaço no salary cap, de longe o valor mais baixo da liga.

Número novo?

Newton sempre usou a camisa 1 em sua carreira na NFL. Já o último a vestir a 1 dos Patriots foi o kicker Tony Franklin, nos anos 80.

Más lembranças para os Patriots

Newton jogou uma única vez na casa da franquia, o Gillette Stadium, em outubro de 2017, vencendo por 33 a 30. Ele lançou para 316 jardas naquela partida, acertando 22 de 29 tentativas, e anotou 3 touchdowns, além de liderar a campanha da virada, que culminou com um field goal de Graham Gano.

O novo QB tem duas vitórias e nenhuma derrota contra os Patriots de Belichick. Apenas um quarterback está invicto e com números melhores: Jake Plummer, 3 a 0, incluindo playoffs.

"Acho que quando você está falando de quarterbacks que se movem - caras que são difíceis de segurar, que podem jogar, correr, tomar boas decisões... - eu o colocaria no topo da lista. Não estou dizendo que não há muitos outros bons jogadores que fazem isso, mas eu diria que, de todos os caras que enfrentamos nos últimos anos, acho que ele é o mais difícil de defender. Ele toma boas decisões, pode correr, é forte, é difícil de enfrentar. Ele pode fazer muitas coisas diferentes, pode vencê-lo de várias maneiras diferentes. Vimos isso no jogo em 2013. Eu o colocaria no topo da lista." Bill Belichick, sobre Cam Newton, em 2017

Más lembranças contra os Patriots

A última lesão no pé de Newton aconteceu justamente em uma partida contra os Patriots, fora de casa, na pré-temporada, em 22 de agosto de 2019.

Vamos correr, Patriots!

Desde 2001, os quarterbacks dos Patriots correram um total de 1.408 jardas. Newton tem 4.806 jardas corridas na carreira, sendo 1.599 apenas nas últimas quatro temporadas.

Mais comparação: Newton tem seis temporadas correndo para pelo menos 500 jardas, empatado com Michael Vick e Randall Cunningham desde a união entre AFL e NFL, em 1970. O único QB dos Patriots a correr para mais de 500 jardas em um ano foi Steve Grogan, com 539 em 1978. E Brady? Ele correu para 1.037 jardas em toda sua trajetória na NFL, e a melhor temporada foi em 2002, com 110 jardas.

play
0:10

As gracinhas de Brady e Gronk: relembre icônico vídeo agora que dupla voltará a jogar junta

Após fazer história pelo New England Patriots, novo capítulo das carreiras será no Tampa Bay Buccaneers

Prata da casa?

Os Patriots não começam uma temporada sem um quarterback que foi draftado pela franquia desde a Semana 10 em 1993, quando Scott Secules começou a partida contra o Buffalo Bills de Jim Kelly. Desde então, são 423 partidas com um QB escolhido no Draft, com ampla vantagem para os 227 do Dallas Cowboys entre 1976 e 1990.

Os QBs de Belichick

Se estiver saudável, Newton vai brigar pela vaga de titular com Stidham e Hoyer. Independentemente do escolhido, será apenas o quarto QB a ser titular com Belichick desde que assumiu os Patriots, em 2000. Os outros: Drew Bledsoe, Brady e Jimmy Garoppolo.

play
1:54

Tom Brady ainda é competitivo? Comentarista da ESPN analisa decisão de técnico e é enfático: 'Ele é Tom Brady!'

Lenda da NFL assinou com o Tampa Bay Buccaneers

MVPs mudando de time

Newton foi MVP em 2015. Brady ganhou o prêmio três vezes: 2007, 2010 e 2017. A última vez que dois MVPs mudaram de time na mesma temporada foi em 2008, com Shaun Alexander e Brett Favre. Contabilizando os últimos quarterbacks MVPs, voltamos para 1993, com Joe Montana e Boomer Esiason. Os Patriots, alias, são o primeiro time na história da NFL a perder um MVP e contratar outro na mesma pós-temporada.

Sequência ruim

Newton perdeu as últimas oito partidas que começou como titular desde a Semana 10 da temporada 2018. É a segunda pior série entre os jogadores em atividade, atrás apenas de Hoyer, seu companheiro nos Patriots, com 10 derrotas seguidas.

Trabalho para a defesa

Desde 2011, Newton foi sacado 291 vezes, a sexta pior marca da NFL. No mesmo período, os Patriots permitiram 271 sacks, a segunda melhor número da liga.

Novidade para Edelman

Em sua carreira na NFL, Julian Edelman só recebeu passes de um QB: Brady.