<
>

Dos últimos campeões à seca de quase duas décadas: a última vitória de cada um dos times da NFL nos playoffs

Estamos no momento do ano em que todas as equipes da NFL têm a mesma campanha e, teoricamente, todos têm a mesma chance de avançar para a pós-temporada a caminho do Super Bowl LV. No entanto, a urgência de vencer um jogo dos playoffs não é a mesma para os 32 times, com alguns deles marcando presença regularmente, e outros sofrendo com secas de décadas sem vitórias nos playoffs.

Agora, vamos relembrar a última vitória nos playoffs de cada franquia da NFL!


Kansas City Chiefs

2 de fevereiro de 2020
Super Bowl LIV

É tão fácil de lembrar, porque é o último jogo de NFL que vimos. Os Chiefs superaram um jogo não tão espetacular de Patrick Mahomes para marcar 21 pontos no período final - graças em grande parte a um excelente desempenho do running back Damien Williams e uma recepção importante de Sammy Watkins - para vencer o jogo contra os Niners no Hard Rock Stadium em Miami. Mahomes foi eleito o MVP da partida, que terminou em 31 x 21.


San Francisco 49ers

19 de janeiro de 2020
Final da NFC

Duas semanas antes de cair contra os Chiefs, os Niners derrubaram os Packers em casa por um 37 a 20 que não refletia o domínio que San Francisco teve naquele dia contra Green Bay. Raheem Mostert marcou os quatro touchdowns do dia para os Niners, todos correndo, e terminou a partida com 220 jardas. Além disso, a defesa de San Francisco interceptou Aaron Rodgers duas vezes.


Green Bay Packers

12 de janeiro de 2020
Rodada Divisional

Foi a partida mais apertada da Rodada Divisional dos playoffs. Green Bay aproveitou dois touchdowns corridos ​​de Aaron Jones e uma grande performance de Davante Adams, com oito recepções para 160 jardas e dois touchdowns na vitória sobre os Seahawks. Russell Wilson liderou Seattle no chão com 64 jardas e deu um passe de touchdown junto com dois touchdowns corridos de Marshawn Lynch, mas a tentativa de virada não foi suficiente para superar um placar que chegou a ser de 28 a 10 no terceiro período a favor de Green Bay. Os números finais foram 28-23 para os Packers.


Tennessee Titans

11 de janeiro de 2020
Rodada Divisional

Para alguns, foi a maior surpresa da pós-temporada passada, simplesmente porque Baltimore terminou a temporada regular como o melhor time da liga, mas os Ravens perderam enfrentaram os Titans sem o running back Mark Ingram. Apesar de entrarem nos playoffs como azarões, os Titans foram o melhor time na partida. Derrick Henry correu com a bola 30 vezes para 195 jardas e ainda deu um passe de touchdown para Corey Davis, e Ryan Tannehill só precisou completar 7 de 14 tentativas de passe para 88 jardas - duas delas terminaram em touchdowns - para Tennessee chegar à final de conferência pela primeira vez desde a temporada de 2002. Os Ravens nunca tiveram chance no jogo em que acabaram perdendo por 28 a 12.


Seattle Seahawks

5 de janeiro de 2020
Rodada de Wild Card

O novato DK Metcalf recebeu um passe espetacular de 53 jardas de Wilson para Seattle, que superou Philly por 17 a 9. Talvez o momento mais lembrado tenha sido a trombada infeliz do quarterback Carson Wentz, dos Eagles, quando ele foi derrubado por Jadeveon Clowney. Wentz foi substituído pelo veterano Josh McCown, que não jogou mal, mas não conseguiu acompanhar Wilson no Lincoln Financial Field.


Minnesota Vikings

5 de janeiro de 2020
Rodada de Wild Card

Finalmente, Kirk Cousins ​​conseguiu remover o estigma de não conseguir uma vitória nos playoffs após seu oitavo ano como QB da NFL, levando Minnesota a uma vitória de 26 a 20 sobre os Saints. O jogo foi ainda mais importante porque, dois anos antes, os Vikings fizeram o "Milagre de Minneapolis" contra esses mesmos Saints. Dalvin Cook correu com a bola 28 vezes para 94 jardas e dois touchdowns, e Cousins ​​lançou o touchdown vencedor para Kyle Rudolph na primeira posse da prorrogação. Drew Brees lançou uma interceptação no jogo e perdeu um fumble crítico no quarto período.


Houston Texans

4 de janeiro de 2020
Rodada de Wild Card

Depois de estar perdendo por 16-0 contra o Bills, em casa, os Texans mudaram o jogo com 19 pontos seguidos, apenas para Buffalo empatar com cinco segundos restando no relógio. Na prorrogação, um field goal de Ka'imi Fairbairn deu a Houston a vitória e uma vaga na Rodada Divisional, onde eles desperdiçaram uma liderança de 24 a 0 sobre o Chiefs em Arrowhead e perderam por 51 a 31. A vitória sobre Buffalo, a primeira de Deshaun Watson como quarterback titular em sua carreira nos playoffs, foi a quarta em pós-temporadas na história da franquia, sempre na Rodada Wild Card.


New England Patriots

3 de fevereiro de 2019
Super Bowl LIII

Poucos times da NFL podem falar que a última vitória nos playoffs aconteceu exatamente em um Super Bowl. Os Patriots venceram os Rams no jogo com a menor pontuação da história da decisão, um 13-3. Tom Brady abriu o jogo lançando uma interceptação, mas a defesa de New England parou completamente um ataque dos Rams que já ignorava Todd Gurley II como opção. O então novato running back Sony Michel se encontrou no segundo tempo para garantir o sexto título da NFL na história dos Pats. O sexto anel de Brady na franquia também foi sua última vitória nos playoffs com New England.


Los Angeles Rams

20 de janeiro de 2019
Final da NFC

Depois de começar perdendo por 13 a 0 no primeiro período, os Rams aproveitaram um touchdown rápido e um touchdown de passe, de Goff a Tyler Higbee, além de quatro field goals de Greg Zuerlein - o último deles, na prorrogação. -, para vencerem a NFC e chegarem pela primeira vez em 17 anos ao Super Bowl. É claro que o momento mais memorável do jogo foi uma interferência clara, sem marcação, contra o cornerback Rams Nickell Robey-Coleman, marcando Tommylee Lewis, que forçou os Saints a se contentarem com um field goal no final do quarto período. Embora os fãs de New Orleans afirmem que o time perdeu o jogo neste lance, os Rams ainda avançaram o campo todo para marcarem seu próprio field goal e, na prorrogação, os Saints tiveram - em casa - a primeira posse de bola, mas Brees lançou uma interceptação, e os Rams chutaram outro field goal com Zuerlein, deixando os números finais em 26-23 para os visitantes.


New Orleans Saints

13 de janeiro de 2019
Rodada Divisional

Com um espetacular Michael Thomas, os Saints derrubaram os então campeões Eagles no Superdome. Thomas teve 12 recepções para 171 jardas e um touchdown, enquanto Marshon Lattimore interceptou dois passes do MVP do Super Bowl Nick Foles para garantir a vitória por 20-14.


Philadelphia Eagles

6 de janeiro de 2019
Rodada de Wild Card

Novamente com Foles jogando - Wenz perdeu o final da temporada com lesão - Philly viajou para o Soldier Field, casa dos Bears, no que esperava ser o começo da estrada para defender seu título de Super Bowl LII. Philly totalizou apenas 43 jardas correndo com a bola, e Foles lançou duas interceptações, juntamente com seus dois passes de touchdown, mas os Bears perderam a vitória quando a tentativa de field goal de Codey Parkey - que havia convertido seu três chutes anteriores no jogo - acertou um poste antes de cair, bater em outra trave e voltar para o campo. O placar final foi de 16 a 15 em favor dos Eagles.


Los Angeles Chargers

6 de janeiro de 2019
Rodada de Wild Card

É o único jogo de pós-temporada que a franquia venceu desde o retorno a Los Angeles em 2017 e o único com Anthony Lynn como treinador. Os Chargers aproveitaram a inexperiência do quarterback do Ravens, Lamar Jackson, que havia sido titular em apenas sete jogos até então de sua temporada como calouro. O chutador Michael Badgley foi responsável por cinco field goals, enquanto o running back Melvin Gordon acrescentou um touchdown no que acabou sendo uma vitória por 23-17. Jackson conseguiu dar dois passes de touchdown para Michael Crabtree no quarto período, mas a virada nunca aconteceu.


Dallas Cowboys

5 de janeiro de 2019
Rodada de Wild Card

Na primeira e, até agora, única vitória nos playoffs de Dak Prescott como quarterback da NFL, os Cowboys venceram os Seahawks por 24 a 22 em casa. Ezekiel Elliott correu com a bola 26 vezes para 137 jardas e um touchdown, enquanto Amari Cooper pegou sete passes para 106 jardas, consolidando a crença de que a equipe de Dallas havia encontrado seu novo trio ofensivo. Foi um jogo apertado do início ao fim, até que Prescott marcou um touchdown corrido que deixou o placar em 24 a 14 - antes de Seattle descontar com um field goal.


Indianapolis Colts

5 de janeiro de 2019
Rodada de Wild Card

Indy venceu por 21-7 na que seria a última vitória de Andrew Luck como quarterback dos Colts. A equipe abriu 21-0 no segundo quarto e não voltou a marcar mais um ponto no jogo. Marlon Mack correu para 148 jardas e um touchdown em 24 tentativas, e Eric Ebron pegou o único touchdown aéreo de Luck no jogo. Houston fez funcionar a ligação de Watson com Keekee Coutee no quarto período, mas os Texans não conseguiram votlar para o jogo. A derrota dos Colts na semana seguinte, contra KC, foi o último jogo de Luck na NFL antes de se aposentar.


Jacksonville Jaguars

14 de janeiro de 2018
Rodada Divisional

Com uma das melhores defesas da NFL na temporada de 2017, os Jaguars foram até o Heinz Field para derrubarem Pittsburgh no jogo que surpreendentemente terminou em um placar alto, 45-42. No total, foram cinco passes de touchdown para 'Big Ben', contra um de Blake Bortles, mas os últimos pontos dos Steelers, na recepção de JuJu Smith-Schuster, aconteceram quando restava um segundo no tempo regular e não havia mais oportunidades para Pittsburgh tentar a virada.


Atlanta Falcons

6 de janeiro de 2018
Rodada de Wild Card

O primeiro jogo dos Rams na pós-temporada em seu retorno a Los Angeles foi uma derrota nas mãos dos Falcons, que aproveitaram quatro field goals de Matt Bryant, um passe de touchdown de Matt Ryan para Julio Jones e um touchdown de Devonta Freeman para vencerem por 26-13. Atlanta entrou no jogo como atual campeão da NFC, e Ryan foi o MVP da temporada anterior, com aspirações de retornar ao Super Bowl. Mas os Falcons acabaram derrotados na Rodada Divisional daquele ano pelos eventuais campeões Eagles.


Pittsburgh Steelers

15 de janeiro de 2017
Rodada Divisional

Sem touchdowns, mas com seis field goals de Chris Boswell - um recorde para um jogo de pós-temporada da NFL - Pittsburgh superou o Chiefs no Arrowhead por 18 a 16 em um jogo que foi adiado por sete horas por uma tempestade de gelo. Kansas City marcou um touchdown corrido com uma arrancada de uma jarda de Spencer Ware com menos de três minutos restando no jogo, mas a tentativa de conversão de 2 pontos que resultou em um passe de Alex Smith para Demetrius Harris foi invalidada por uma clara penalidade. Na segunda tentativa, desta vez 10 jardas atrás, o passe para Jeremy Maclin foi incompleto e acabou com as chances dos Chiefs.


Denver Broncos

7 de fevereiro de 2016
Super Bowl 50

A defesa de Denver puniu incessantemente os Panthers, principalmente o quarterback Cam Newton, que foi pego derrubado seis vezes e sofreu dois fumbles. O fullback de Carolina Mike Tolbert soltou a bola duas vezes, perdendo uma e recuperando a outra. Não houve um único passe de touchdown no jogo, com os dois quarterbacks, Newton e Peyton Manning, cada um lançando uma interceptação. Manning também sofreu dois fumbles, mas só perdeu um. Embora ofensivamente os Broncos não fossem exatamente dominantes, as 90 jardas e um touchdown corrido - com pouco mais de três minutos de jogo - em 23 tentaivas de C.J. Anderson ajudaram a colocar os números finais em 24-10.


Carolina Panthers

24 de janeiro de 2016
Final da NFC

Duas semanas antes de perder no Super Bowl, Carolina derrotou os Cardinals no jogo pelo título da Conferência por 49-15. Newton marcou duas vezes correndo com a bola e deu passes de touchdown para Corey 'Philly' Brown e Devin Funchess, enquanto Ted Ginn Jr. também marcou pelo chão. A defesa de Carolina humilhou Carson Palmer com quatro interceptações, duas do safety Kurt Coleman. Palmer também sofreu dois fumbles, ambos perdidos, em seu último jogo de playoff.


Arizona Cardinals

16 de janeiro de 2016
Rodada Divisional

No único jogo de pós-temporada que ele venceu em 14 temporadas como quarterback da NFL, Palmer e os Cards levaram o clássico contra Green Bay que foi decidido na prorrogação, por 26 a 20. Rodgers teve duas jogadas absolutamente memoráveis ​​no jogo: ele converteu uma quarta para 20 da sua própria linha de 4 jardas, faltando 55 segundos para jogar, em um passe de 60 jardas para Jeff Janis. Momentos depois, com 5 segundos para jogar e novamente correndo para a esquerda sob pressão, Rodgers jogou uma 'Hail Mary' para Janis, que conseguiu ficar com a bola apesar da cobertura dupla de Arizona, para mandar o jogo para a prorrogação. No primeiro lance da prorrogação, Palmer escapou do que parecia ser um sack para encontrar Larry Fitzgerald sozinho no lado oposto do campo. 'Fitz' pegou a bola e correu para um ganho de 75 jardas, deixando a bola na linha de 5 jardas antes de, ele mesmo, entrar na end zone jogadas depois.


Baltimore Ravens

3 de janeiro de 2015
Rodada de Wild Card

Até antes deste jogo, os Steelers tinham uma campanha perfeita em três jogos contra os rivais Ravens nos playoffs. Portanto, a única vitória de pós-temporada até hoje de Baltimore no duelo foi ainda mais doce, porque aconteceu em Pittsburgh. Joe Flacco completou 18 de 29 passes para 259 jardas e dois touchdowns, Bernard Pierce marcou com sua única jogada do dia, e Darian Stewart interceptou um passe de Roethlisberger e recuperou um fumble de Heath Miller. Terrell Suggs interceptou outro passe de 'Big Ben' para selar a vitória de Baltimore por 30 a 17.


New York Giants

5 de fevereiro de 2012
Super Bowl XLVI

Outro time que venceu pela última vez na pós-temporada no Super Bowl foi o New York Giants, no segundo título que Eli Manning tirou dos Patriots. Desta vez, não foi uma vitória tão surpreendente quanto na edição XLII, quando New England chegou invicto na decisão, mas, pela segunda vez, Eli Manning fez grandes jogadas em momentos cruciais para ganhar o prêmio de MVP. Os Giants abriram o placar com uma safety contra Brady, mas no início do terceiro período, New England tomou a liderança graças aos touchdowns de Danny Woodhead e Aaron Hernandez. Os Giants responderam com as três últimas pontuações do jogo: dois field goals de Lawrence Tynes e um touchdown de Ahmad Bradshaw. Na tentativa de 'Hail Mary' dos Patriots, o passe de Brady em busca de Hernandez foi desviado antes de cair fora do alcance do desesperado Rob Gronkowski, fechando o placar em 21-17.


New York Jets

16 de janeiro de 2011
Rodada Divisional

A outra equipe de Nova York também triunfou pela última vez na pós-temporada contra os Pats. Liderados por Mark Sanchez como quarterback, os Jets superaram New England por 28 a 21 em Foxborough. Sanchez fez três passes para touchdown e acabou sem interceptações, e Shon Greene contribuiu com 76 jardas e um touchdown corrido na vitória. Além disso, no primeiro período e com os Pats prestes a entraram na red zone, David Harris interceptou uma tentativa de passe de Brady para levar a bola de volta à linha de 10 jardas do outro lado. Até antes da última pós-temporada - quando eles caíram na Rodada Divisional contra os Titans - este foi o último ano em que New England não conseguiu chegar até a final da AFC.


Chicago Bears

16 de janeiro de 2011
Rodada Divisional

Em 12 temporadas de NFL, Jay Cutler venceu apenas um jogo na pós-temporada, este. Ele completou 15 de 28 tentativas de passe para 274 jardas com dois touchdowns e sem interceptações, além de correr para mais 43 jardas e dois touchdowns, para liderar a vitória de Chicago por 35 a 24 sobre Seattle. O running back Chester Taylor marcou uma vez correndo pelos Bears, que abriram rapidamente 28 a 0 no jogo. Na semana seguinte, os Bears caíram em casa contra os Packers, e Cutler nunca jogou outro jogo de playoff novamente.


Washington Redskins

7 de janeiro de 2006
Rodada de Wild Card

Pela primeira vez em nossa lista, há um salto de tempo significativo entre uma equipe e outra: cinco anos. Joe Gibbs estava em sua segunda passagem como treinadorde Washington, e este foi o único jogo de playoff que ele ganhou nos quatro anos deste período. Embora apenas três anos se passaram desde que os Bucs foram campeões, o time que perdeu para Washington era totalmente diferente. De acordo com a Elias Sports Bureau, as 120 jardas ofensivas dos Redskins foram a menor marca para uma equipe vencedora em jogo de pós-temporada na história da NFL. A defesa foi fundamental, com Marcus Washington recuperando um fumble e interceptando um passe de Chris Simms, LaVar Arrington interceptando outro, e o falecido safety Sean Taylor marcando um touchdown em um retorno de fumble.


Tampa Bay Buccaneers

26 de janeiro de 2003
Super Bowl XXXVII

De mãos dadas com seu novo treinador Jon Gruden, os Bucs enfrentaram os Raiders, ex-time de Gruden e agora liderados por Bill Callahan. Tampa Bay dominou com cinco interceptações - três delas retornadas para touchdown - e cinco sacks contra o quarterback Rich Gannon, que havia sido eleito MVP daquela temporada. O jogador mais valioso da partida foi Dexter Jackson, que interceptou dois passes na vitória por 48 a 21. Foi o último Super Bowl a ser jogado no mês de janeiro.


Las Vegas Raiders

19 de janeiro de 2003
Final da AFC

Uma semana antes de serem completamente desmanchados pelos Bucs, os Raiders fizeram o mesmo com os Titans. Gannon lançou três passes para touchdown e marcou uma vez pelo chão, e o fullback Zack Crockett marcou uma vez, com a defesa limitando Eddie George a apenas 67 jardas. Pouco antes do intervalo, Tennessee vencia por 17-14, mas a partir desse momento, Oakland marcou mais 27 pontos, contra 7 dos Titans, para um resultado final de 41-24. Foi o último jogo de pós-temporada a ser disputado no famoso Oakland Alameda Coliseum, agora ex-casa do novo Las Vegas Raiders.


Miami Dolphins

30 de dezembro de 2000
Rodada de Wild Card

O recorde de número de tentativas terrestres em um jogo na pós-temporada ainda pertence a Lamar Smith, depois que ele liderou a vitória de Miami naquele dia com 40 corridas para 209 jardas e dois touchdowns, incluindo o da vitória na prorrogação. Miami teve que superar três interceptações de Jay Fiedler no primeiro tempo, mas o quarterback deu o passe para Jed Weaver, com 34 segundos de tempo regulamentar, para mandar o jogo para a prorrogação. O kicker dos Colts Mike Vanderjagt perdeu um field goal na prorrogação que manteve os Dolphins vivos antes de Smith sentenciar o placar final por 23-17.


Buffalo Bills

30 de dezembro de 1995
Rodada de Wild Card

Quando sua casa ainda era conhecida como Rich Stadium, os Bills bateram Miami por 37-22 no jogo em que eles já venciam no intervalo por 24 a 0. Liderados por Thurman Thomas, os Bills somaram 52 corridas para 341 jardas e três touchdowns. Dan Marino lançou três interceptações e perdeu um fumble, recuperado por Bryce Paup, que foi o jogador defensivo do ano naquela temporada. Foi o jogo final do lendário treinador Don Shula na NFL.


Cleveland Browns

1° de janeiro de 1995
Rodada de Wild Card

Com Bill Belichick como treinador, Cleveland bateu os Patriots por 20 a 13 na última vez que a franquia venceu na pós-temporada. Vinny Testaverde deu um passe de touchdown para Mark Carrier, Leroy Hoard correu para um touchdown de 10 jardas, e Matt Stover marcou dois field goals para os Browns. Foi o último jogo de playoff disputado no agora extinto Cleveland Municipal Stadium, onde o 'Dawg Pound' ficou famoso pela primeira vez. Para os Pats, o treinador ainda era o mentor de Belichick, Bill Parcells. Os Browns desapareceram quando a franquia se mudou para Baltimore e se tornou os Ravens na temporada 1996 - renascendo como Browns, de novo em Cleveland, a partir de 1999.


Detroit Lions

5 de janeiro de 1992
Rodada Divisional

Barry Sanders correu para apenas 69 jardas, mas resolveu na vitória por 38-6 sobre Dallas com uma corrida de 47 jardas no último período, que foi o ponto final da partida. A estrela do dia foi o quarterback Erik Kramer, que somou 341 jardas e três touchdowns, dois deles para Willie Green e mais um para Herman Moore. Troy Aikman, lesionado, começou no banco, com Steve Buerlein como titular, mas a atuação ruim de Buerlein obrigou os Cowboys a colocarem Aikman para tentar fazer algo a partir do segundo período; os dois lançaram interceptação. Os caminhos para as duas franquias foram completamente opostos após a partida: foi a última derrota de Dallas nos playoffs antes de vencer três Super Bowls em quatro anos, enquanto Detroit precisou se contentar em celebrar 25 anos disso, sua última vitória de pós-temporada, em 2016, com uma cerimônia em um jogo da temporada regular.


Cincinnati Bengals

6 de janeiro de 1991
Rodada de Wild Card

Ninguém tem uma seca maior do que os Bengals, que venceram pela última vez no 41 a 14 contra o Houston Oilers.Julius "Boomer" Esiason fez dois passes para touchdown e marcou uma vez correndo com a bola. Para Houston, o quarterback Cody Carlson completou apenas 16 de 33 tentativas para 165 jardas, e os corredores dos Oilers totalizaram somente 45 jardas no total. Na semana seguinte, Cincy visitou os Raiders no jogo em que Bo Jackson machucou o quadril, encerrando prematuramente sua carreira na NFL.