<
>

NFL: Duas temporadas depois, o top 5 dos quarterbacks do Draft de 2018

O Thursday Night Football desta quinta (12) pode não ser o jogo mais equilibrado da temporada, afinal, o Baltimore Ravens (11-2) está com a melhor campanha da liga - junto do San Francisco 49ers - e o New York Jets (5-8) amarga na terceira posição de sua divisão, sem chances de chegarem aos playoffs. Mas um fato faz do jogo mais interessante: será o primeiro encontro Lamar Jackson x Sam Darnold.

Ambos os quarterbacks foram escolhidos na primeira rodada do Draft da NFL de 2018 e, na época, Darnold estava bem a frente nas análises, até por isso foi selecionado com a 3ª escolha geral, enquanto Jackson, o jogador mais valioso da temporada até aqui, foi o 32º selecionado.

Mesmo que o momento dos quarterbacks sejam distintos, o confronto pode se tornar uma rivalidade no futuro, já que ambos tem apenas 22 anos.

Eles não foram os únicos QBs selecionados na primeira rodada daquele Draft. Antes de Jackson, quatro times ficaram com outro prospecto e, alguns, devem estar bem arrependidos.

Pensando nisso, o ESPN.com.br fez um ranking desses cinco jogadores, quase duas temporadas completas depois de terem estreado na liga.

5. Josh Rosen, Miami Dolphins

Escolha: 10 / Universidade: UCLA / Draftado pelos Dolphins

É verdade que Rosen não teve muita sorte na sua temporada de calouro em Arizona. Steve Wilks estava em seu primeiro ano como head coach, não conseguiu estabalecer um bom projeto para o ataque e, para ajudar, o coordenador ofensivo do time foi demitido após poucos jogos.

Até aí, ninguém questionava que o QB de UCLA poderia render muito mais do que apresentava, isso se tivesse algumas armas a sua volta. Por isso, quando os Dolphins mandaram escolhas para os Cardinals e adquiriram Rosen em troca, muitos criticaram a franquia do deserto.

A verdade é que Arizona escolheu Kyler Murray no Draft seguinte - que vem se desenvolvendo bem - e Josh Rosen perdeu espaço em Miami para Ryan Fitzpatrick após apresentações contestáveis.

Quando atuou, Rosen produziu apenas um touchdown e lançou cinco interceptações, com rating de 52.0.

4. Sam Darnold, New York Jets

Escolha: 3 / Universidade: USC

Antes do Draft de 2018, Darnold era cotado como primeira escolha em muitas simulações de insiders da NFL - e não à toa. Sua liderança em USC mostrava que o QB era um dos prospectos mais preparados para a liga.

Como Rosen, o entorno não ajudou. Falta de recebedores era um grande problema em New York e a proteção ao lançador também pecava. Em geral, seu rendimento não foi ruim, foram vários pontos positivos observados durante o ano de calouro.

E esse desempenho ainda melhorou em 2019. O que deixa o torcedor dos Jets realmente apreensivo é o fato do quarterback ter alguns colapsos, como as quatro interceptações lançadas contra os Patriots (que têm uma das melhores defesas da liga) na semana 7, em derrota por 33 a 0. Por outro lado, suas atuações nas vitórias sobre Redskins e Raiders nas semanas 11 e 12, por exemplo, deram um ar de esperança.

3. Baker Mayfield, Cleveland Browns

Escolha: 1 / Universidade: Oklahoma

Ninguém questionaria Mayfield na primeira posição se levássemos em conta apenas o ano de calouro. Mas o hype para 2019, com Beckham Jr. e Jarvis Landry como alvos, foi tão alto que a atuação do QB ficou mais decepcionante ainda.

Entre os cinco jogadores da lista, apenas Josh Rosen e Baker Mayfield não evoluíram na segunda temporada (em rating). Além disso, eles também são os únicos do grupo com mais interceptações do que touchdowns.

É realmente frustrante ver a temporada de Mayfield ter rendido pouco sob comando de Freddie Kitchens, afinal, em 2018 ele parecia a resposta dos duradouros problemas de Cleveland.

John Dorsey, general manager dos Browns, mereceria elogios por ter escolhido o prospecto de Oklahoma com a primeira escolha, mas isso aparentemente não vai acontecer tão cedo graças à organização elaborada para a segunda temporada do jogador.

2. Josh Allen, Buffalo Bills

Escolha: 7 / Universidade: Wyoming

Finalmente um quarterback com campanha positiva em 2019 aparece na lista. Sean McDermott melhorou ainda mais uma defesa que já era boa (terceira melhor em jardas em 2019) e conseguiu manter Josh Allen em uma constante no lado ofensivo.

Os Bills estão 9-4 na temporada e Allen tem segurado bem a barra, afinal, ele não precisa de 30 pontos por jogo para sair com a vitória, graças à defesa. Ou seja, no plano dos Bills, Allen funciona, afinal as vitórias estão vindo.

Sua evolução de um ano para cá foi grande. Em 2018, quando foi titular em 12 jogos, seu rating foi de 67.9. Em 13 jogos neste ano, a pontuação subiu para 85.3.

A vitória sobre os Cowboys no dia de ações de graças foi um bom exemplo de como Allen pode render. Mesmo tendo lançado apenas um touchdown, o QB acertou 79% de seus passes e terminou o jogo com um rating de 120.7.

1. Lamar Jackson, Baltimore Ravens

Escolha: 32 / Universidade: Lousville

Óbvio. Se esse ranking levasse em conta todos os quarterbacks da liga nesse momento, Lamar Jackson ainda estaria na primeira posição. O líder na corrida para MVP da temporada vem fazendo magia, da mesma forma que Patrick Mahomes fez na temporada passada.

Talvez no ano de calouro dessa classe, Jackson estaria na segunda posição, mesmo já tendo dado um gosto do que viria pela frente.

Sua evolução é impressionante. No passe, seu rating foi de 84.5 em 2018 para 109.2 até a semana 15 de 2019. Na corrida, Jackson mostra que tem o potencial para passar Michael Vick em jardas a longo prazo, visto que a maioria dos recordes que o ex-QB dos Falcons estabeleceu nos seus primeiros anos já foram quebrados.

O sucesso coletivo também é levado em conta nessa lista. Nesse aspecto, os Ravens estão de parabéns, pois dividem com os 49ers a melhor campanha da liga. É incrível ver como John Harbaugh conseguiu modelar um plano de jogo perfeito para o QB móvel, coisa que foi mais difícil em sua temporada de calouro.