<
>

Atlanta Hawks ou Dallas Mavericks: quem 'venceu' a troca entre Trae Young e Luka Doncic?

Trocados um pelo outro na noite do Draft de 2018, Trae Young e Luka Doncic sempre terão suas trajetórias na NBA interligadas. As comparações entre os dois são constantes e inevitáveis. Mas, afinal de contas, quem "venceu" a troca entre Atlanta Hawks e Dallas Mavericks?

Em 21 de junho de 2018, os Hawks tinham a terceira escolha do recrutamento daquele ano e os Mavericks possuíam a quinta. Para garantir que iria selecionar a sensação europeia, Dallas armou uma troca com Atlanta em que enviou a 5ª escolha e uma escolha de primeiro round de 2019, que acabou virando Cam Reddish, para pegar a 3ª escolha dos Hawks e garantir Luka Doncic.

Com isso, os Hawks selecionaram Doncic na 3ª posição e os Mavericks pegaram Trae na 5ª, mas nenhum dos dois chegou a jogar por essas equipes. Com Luka tendo atuações espetaculares e mexendo nas estruturas da NBA desde sua primeira temporada, ficou fácil apontar que os Mavericks "venceram a troca". A pós-temporada deste ano, porém, mostra que não é bem assim.

Na última quarta-feira, Trae Young anotou 48 pontos e comandou o Atlanta Hawks a fazer 1 a 0 na série da final da Conferência Leste sobre o Milwaukee Bucks. Além disso, Trae é a superestrela de um Hawks que pode ser finalista da NBA, enquanto Doncic e os Mavs foram eliminados na 1ª rodada para o Los Angeles Clippers.

As atuações de Trae na pós temporada são o suficiente para colocarmos os Hawks como verdadeiros vencedores da troca? O assunto foi pauta do The Jump desta semana, que você pode ver no YouTube da ESPN Brasil, e Ricardo Bulgarelli e Alana Ambrósio opinaram.

Para o comentarista, os feitos de Trae Young são o suficiente para "empatar" a troca. "Até esta temporada, era nítida a vantagem dos Mavericks. Doncic era All-Star, estava na seleção da temporada e Trae Young era uma dúvida. Eu acho que está empatada, mas se eu tivesse que colocar uma vantagem para alguém, o momento é todo do Trae Young", analisou.

Já Alana ainda coloca Dallas como os vitoriosos na troca. "Luka Doncic é um cara geracional. Ele tem tudo, tem o drible, a visão de quadra, os arremessos. Trae Young, até esses playoffs, não permitia a gente falar que os Hawks haviam ganho. Agora acho que equiparou, mas ainda vejo vitória do Dallas", comentou.