<
>

James Harden é processado por danificar mansão de R$ 122 milhões durante festa, diz site

O ala-armador do Houston Rockets, James Harden, está sendo processado por George Santo Pietro, dono de uma mansão de U$ 30 milhões (R$ 122 milhões), segundo o TMZ.

O 'Barba' teria alugado o local de mais de 1300 metros quadrados em Beverly Hills por uma semana, a partir do dia 11 de agosto, pelo singelo valor de U$ 82 mil (cerca de R$ 334 mil).

Segundo o proprietário, o contrato especificava que Harden não poderia reunir mais do que sete pessoas no local, que conta com oito quartos, dez banheiros, uma academia, um spa, uma piscina e uma adega.

Mais do que sete pessoas seria considerado uma festa, o que Santo Pietro costuma cobrar U$ 150 mil (cerca de R$ 613 mil) para alugar a mansão.

A estrela dos Rockets, porém, teria ignorado o contrato e não dado uma, mas duas festas na propriedade, com mais de quinze pessoas em cada ocasião.

Além de descumprir o contrato, Harden teria danificado a mansão de uma maneira que Santo Pietro espera receber, no mínimo, U$ 300 mil (cerca de R$ 1,2 milhão) de reparação.

O proprietário alega também que Harden planejava fazer as festas sem avisar durante as negociações e processa o ala-armador por fraude. Santo Pietro também disse que tentou negociar de maneira discreta com Harden, mas as conversas não evoluíram e ele decidiu processar o atleta.

O contrato atual de James Harden com o Houston Rockets vale U$ 228 milhões (R$ 930 milhões), então dinheiro não deve ser problema para a superestrela.