<
>

Iverson humilhou rival, mas não foi o bastante para os Sixers contra Lakers de Kobe Bryant e Shaquille O'Neal nas Finais da NBA

Allen Iverson controlou a bola pela direita, se livrou de Ty Lue e converteu o arremesso. Ao voltar para a defesa o astro do Philadelphia 76ers simplesmente passou por cima do armador do Los Angeles Lakers.

O lance aconteceu em 6 de junho de 2001, e era apenas o primeiro capítulo das Finais da NBA daquela temporada. Uma série que tinha, sim, Iverson de um lado, contra a dupla Shaquille O'Neal e Kobe Bryant.

O Jogo 1 da decisão, em Los Angeles, foi dominado por Iverson. Mais do que o lance envolvendo Lue, a grande estrela dos Sixers fez 48 pontos, deu seis assistências, pegou cinco rebotes e roubou cinco bolas.

Os números são assustadores, mas, sem eles, Philadelphia não teria sobrevivido ao que Shaq fez: 44 pontos e 20 rebotes.

A vitória no primeiro confronto por 107 a 101 era um começo promissor para os Sixers. Começo que, para o azar de Iverson, não se transformou em título. Na verdade, aquela foi a única noite das Finais em que o armador foi para casa depois de vencer uma partida.

O camisa 3 jogou incríveis 47.4 minutos por partida na série e teve média de 35.6 pontos, mas Shaq e Kobe fizeram mais do que os Sixers poderiam suportar.

Sob o comando da dupla, os Lakers venceram os quatro jogos seguintes e fecharam a série em 4 a 1. O'Neal foi o MVP com 33 pontos e 15.8 rebotes por partida; Kobe terminou as Finais com média de 24.6 pontos; e Los Angeles conquistou o segundo título com seus dois jovens astros.