<
>

Bellator: Patricky Pitbull fica 'furioso' com interrupção de luta e quer revanche contra Queally: 'Vou me preparar para acabar com esse cara'

Depois de mais de dois anos, Patricky Pitbull pisou novamente no cage do Bellator, mas seu retorno não foi como ele esperava. Após participações no Rizin FC, evento asiático que tem parceira com a empresa americana, o brasileiro voltou a atuar nos Estados Unidos para tentar retomar uma corrida pelo cinturão do peso-leve (70 kg). No entanto, o potiguar foi superado por Peter Queally, na última sexta-feira (7) de forma frustrante.

No intervalo do segundo para o terceiro round, Patricky possuía um corte no rosto e estava com muito sangramento. Após uma análise dos médicos, eles optaram por interromper a disputa e dar a vitória para o irlandês, o que deixou o brasileiro furioso. Em coletiva de imprensa após o show, o lutador discordou da postura dos profissionais de pararem o confronto e adiantou que está de olho em uma revanche.

“Não, (não deveria ter sido interrompida). O sangue no corte parou e eu podia lutar. Eu me senti muito preparado para essa luta, mas apenas um pequeno corte a interrompeu. Estou bem. Eu não estou cansado. Eu não tenho dor”, disse o atleta, antes de completar.

“Quero a revanche com uma arena aberta para a torcida. Eu quero lutar na Irlanda na frente do irlandês – a casa dele. Vou me preparar para acabar com esse cara”, concluiu.

Patricky Freire é um veterano do Bellator. Pitbull estreou pela organização em 2011, onde realizou 22 combate, vencendo 14 e perdendo oito vezes. A curiosidade é que, em sua carreira, o brasileiro chegou na final do GP do peso-leve da companhia em duas oportunidades, porém foi derrotado por Marcin Held e Michael Chandler. Quando disputou o título da divisão, o lutador sucumbiu para Chandler novamente.