<
>

UFC: Após finalizar ex-campeão do UFC, Tom Aspinall desafia Júnior 'Cigano'

play
Dana discorda de reclamação de Cigano e diz que 'talvez seja hora de brasileiro aposentar' (0:33)

Brasileiro reclamou de um golpe na nuca após a derrota (0:33)

O futuro de Júnior "Cigano" no UFC segue incerto, mas, se depender de Tom Aspinall, o brasileiro vai permanecer na organização.

No UFC Vegas 19, evento realizado no último sábado, em Las Vegas, a promessa inglesa conquistou a maior vitória de sua carreira ao finalizar Andrei Arlovski e mirou outro ex-campeão do peso-pesado da companhia.

Na coletiva de imprensa pós-luta 19, Aspinall não escondeu a felicidade por vencer um grande nome do esporte e, empolgado, desafiou "Cigano" de forma respeitosa.

O inglês integra a nova geração de pesos-pesados e é considerado por parte da comunidade do MMA como um dos principais talentos da categoria.

A promessa da divisão, de 27 anos, explicou que seu objetivo é enfrentar atletas veteranos, porque planeja aprender com eles e evoluir gradativamente na modalidade.

"Se quero ser campeão, o que sei que posso ser, tenho muito a melhorar. Quero lutar com mais veteranos, contra alguém mais experiente que está no fim de suas carreira. Não sei quem. Talvez, alguém como Dos Santos ou algum outro lutador que já esteve lá em cima e disputou muitas lutas. Pode ser Daukaus, que também venceu. Me dê alguém com experiência novamente. Quero ter muita experiência antes de chegar ao topo", declarou Aspinall.

Apesar de não ter pressa para escalar o ranking do peso-pesado, Tom Aspinall já impressiona no UFC.

O inglês disputou três lutas pela organização e venceu todas, sendo duas por nocaute e uma por finalização.

O amigo e parceiro de treino de Darren Till ficou conhecido pelo bom nível na trocação, por sua agilidade e surpreendeu ao mostrar que também possui conhecimento no jiu-jitsu em sua última aparição no octógono.