<
>

Jon Jones se impressiona com Marreta e já espera por revanche: 'É o cara mais forte que já enfrentei'

Thiago Marreta definitivamente deixou Jon Jones impressionado. E quem diz isso é o próprio campeão. Em entrevista coletiva, o norte-americano chegou a dizer que o brasileiro é o cara mais forte que ele já enfrentou e já se colocou à espera de uma revanche.

“Thiago Marreta é o cara mais forte que eu já enfrentei. Eu tomei acho que dois socos na cara e, nossa, ele arrancou o meu protetor bucal. Mesmo quando eu estava bloqueando, os socos dele atravessavam meu bloqueio. Muito forte”, disse Jones.

“Ele é forte demais. Os chutes, os socos. Eu queria lutar de maneira esperta. Talvez fosse mais inteligente derrubar e lutar embaixo, mas eu senti que estava vencendo a luta onde ele é um expert. O time dele o preparou muito bem, sua condição estava ótima. Os chutes e socos dele estavam excelentes. Eu encontrei um jeito de vencer de pé, onde ele é muito bom”, seguiu elogiando.

“Estarei esperando pela revanche. Quero ver o Thiago voltar, e eu acho que ele vence a maioria dos meio-pesados. Não sei se em um ano, um ano e meio... mas quando ele voltar, vocês verão uma estratégia diferente”, terminou, já se mostrando disposto a aceitar uma revanche em um futuro não tão distante.

Jon Jones era muito favorito, mas só venceu Marreta na decisão dividida dos jurados. Mesmo com o brasileiro tendo machucado o joelho logo no primeiro round.

Veja TODOS os resultados do UFC 239:

CARD PRINCIPAL

Jon Jones (EUA) venceu Thiago Marreta (BRA) na decisão dividida dos jurados (47-48, 48-49 e 48-49)
Amanda Nunes (BRA) nocauteou Holly Holm (EUA) aos 4:10 do 1º round - cinturão dos galos feminino
Jorge Masvidal (EUA) nocauteou Ben Askren (EUA) a 0:05 do 1º round - meio-médios
Jan Blachowicz (POL) nocauteou Luke Rockhold (EUA) a 1:39 do 2º round - meio-pesados
Michael Chiesa (EUA) venceu Diego Sanchez (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-26, 30-26 e 30-26) - meio-médios

CARD PRELIMINAR

Arnold Allen (ING) venceu Gilbert Melendez (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 30-27) - penas
Marlon Vera (EQU) finalizou Nohelin Hernandez (EUA) com um mata-leão aos 3:25 do 2º round - galos
Cláudia Gadelha (BRA) venceu Randa Markos (CAN) na decisão unânime dos jurados (30-37, 30-37 e 30-37) - palhas feminino
Song Yadong (CHN) nocauteou Alejandro Perez (MEX) aos 2:04 do 1º round - galos
Edmen Shahbazyan (EUA) finalizou Jack Marshman (GAL) com um mata-leão a 1:12 do 1º round - médios
Chance Rencountre (EUA) venceu Ismail Naurdiev (AUT) na decisão unânime dos jurados (29-27, 29-28 e 30-27) - meio-médios
Julia Avila (EUA) venceu Pannie Kianzad (SUE) na decisão unânime dos jurados (30-37, 30-36 e 30-26) - galos