<
>

UFC 276: Poatan fica com o prêmio de 'Performance da Noite' e fatura R$ 260 mil

Brasileiro venceu Sean Strickland por nocaute no primeiro round, se credenciou para disputar o cinturão e levou o bônus de 50 mil dólares


Alex ‘Poatan’ teve o que podemos chamar de noite perfeita neste sábado (2). Em sua terceira apresentação no octógono mais famoso do mundo, o brasileiro nocauteou o americano Sean Strickland – número quatro no ranking peso-médio (84 kg) – em pouco mais de dois minutos de combate, viu o campeão da divisão, seu antigo rival dos tempos de kickboxing Israel Adesanya, praticamente confirmá-lo como próximo desafiante ao título e, de quebra, levou para casa o bônus de 50 mil dólares (cerca de R$ 266 mil) ao ser escolhido para um dos prêmios de ‘Performance da Noite’.

Além de ‘Poatan’, também receberam o bônus de 50 mil dólares os lutadores Robbie Lawler, Bryan Barberena, Jalin Turner e Julija Stoliarenko. Os dois primeiros pelo prêmio de ‘Luta da Noite’ e os últimos, assim como o brasileiro, escolhidos pelas suas performances individuais nos respectivos combates.

Em ação no card principal do UFC 276, realizado em Las Vegas (EUA), Alex ‘Poatan’ mostrou mais uma vez porque é considerado como um dos melhores strikers dos esportes de combate. O ex-campeão do Glory Kickboxing nocauteou Sean Stricklando com seu já tradicional, e potente, cruzado de esquerda e confirmou sua terceira vitória pela organização.

Depois da grande apresentação, o brasileiro ainda ficou na torcida pela vitória de Israel Adesanya sobre Jared Cannonier na luta principal do evento, o que acabou se concretizando. Com o triunfo de ambos, ‘Poatan’ fica muito próximo de disputar o cinturão dos médios em sua próxima luta contra o nigeriano, já que, além da rápida ascensão no Ultimate, possui um histórico positivo contra ‘Izzy’ da época em que os dois competiam no kickboxing, tendo vencido o africano em duas oportunidades.

Por sua vez, Bryan Barberena e Robbie Lawler fizeram uma explosiva e sangrenta batalha na trocação, que terminou com a vitória do primeiro sobre o ex-campeão dos meio-médios (77 kg) do UFC, por nocaute técnico. Já Stoliarenko e Turner venceram seus compromissos no card preliminar do show contra Jessica-Rose Clark e Brad Riddell, respectivamente, ambos por finalização e antes do primeiro minuto de luta.

Veja todos os resultados do UFC 276:

CARD PRINCIPAL

Israel Adesanya (NIG) venceu Jared Cannonier (EUA) na decisão unânime dos jurados (49-46, 49-46 e 50-45) - Cinturão peso-médio
Alexander Volkanovski (AUS) venceu Max Holloway (EUA) na decisão unânime dos jurados (50-45, 50-45 e 50-45) - Cinturão peso-pena
Alex Poatan (BRA) nocauteou Sean Strickland (EUA) aos 2:36 do 1º round - Peso-médio
Bryan Barberena (EUA) nocauteou Robbie Lawler (EUA) aos 4:47 do 2º round - Peso meio-médio
Pedro Munhoz (BRA) x Sean O’Malley (EUA) terminou sem resultado (dedo no olho não intencional) - Peso-galo

CARD PRELIMINAR

Jalin Turner (EUA) finzalizou Brad Riddell (NZL) com uma guilhotina a 0:45 do 1º round - Peso-leve
Jim Miller (EUA) finalizou Donald Cerrone (EUA) com uma guilhotina a 1:32 do 2º round - Peso meio-médio
Ian Garry (IRL) venceu Gabe Green (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 30-27) - Peso meio-médio
Dricus Du Plessis (AFS) venceu Brad Tavares (EUA) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 29-28) - Peso-médio
André Sergipano (BRA) venceu Uriah Hall (JAM) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 30-27) - Peso-médio
Maycee Barber (EUA) venceu Jessica Eye (EUA) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 30-27) - Peso-mosca
Julija Stoliarenko (LIT) finalizou Jessica-Rose Clark (AUS) com uma chave de braço a 0:42 do 1º round - Peso-galo