<
>

UFC 276: Volkanovski deixa 'freguês' Holloway desfigurado, vence a terceira na trilogia e segue campeão

Alexander Volkanovski domina do início ao fim todos os rounds, vence Max Holloway pela terceira vez e segue como campeão do UFC


Alexander Volkanovski segue invicto no UFC. Neste sábado (2), no UFC 276, o lutador colocou o cinturão do peso-pena da organização em jogo e venceu Max Holloway pela terceira vez. Controlando a luta o tempo todo, o australiano não teve problemas para sair com a vitória e seguir como campeão da categoria.

"Max Holloway é uma fera. A intensidade que ele trouxe era algo que precisava. Você pode me amar ou me odiar, mas ninguém pode me colocar para baixo. Eu falei que eu quero estar no octógono o maior tempo possível. Não quero ser desrespeitoso, mas quero ser o maior possível. Quero ser campeão de duas categorias sim", comentou Volkanovski.

O combate

Dono do cinturão e sem nenhuma derrota em sua trajetória no UFC, Volkanovski encontrou o ritmo da luta logo nos primeiros minutos e castigou o corpo de Holloway durante os primeiros cinco minutos de luta.

No segundo round, Holloway buscou aumentar o ritmo de seus golpes e Volkanovski buscou tirar a velocidade do combate. Desta forma, o campeão fez com que o adversário ficasse desconfortável e voltou a controlar o duelo. Na parte final, com o rosto do americano bastante castigado por conta dos golpes de encontro, Volkanovski terminou tendo mais ações e castigando o rosto do oponente.

A história se repetiu no terceiro round. Com Holloway buscando mais o combate nos primeiros minutos, Volkanovski aumentou uma pouco a distância e usou a velocidade para atacar o oponente. Um pouco depois da metade do round, o campeão do UFC soube usar da luta agarrada para controlar o ritmo e passou a fazer o tempo passar até o fim dos cinco minutos.

No quarto round, Holloway partiu para o tudo ou nada. Usando bastante dos chutes, o americano conseguiu castigar o corpo do australiano nos primeiros minutos. Contudo, após este início, Volkanovski se encontrou no octógono e passou a trabalhar com a distância, aumentando e diminuindo o espaço entre os lutadores, para deixar Max Holloway em dificuldades e terminar com o round.

No último round, Holloway tentou levar a luta para o chão, para tentar a finalização, mas Volkanovski soube se defender e fez o tempo passar durante todo o tempo. Desta forma, sem que Max pudesse mudar a história do combate, foi só esperar o soar da buzina para que Volkanovski fosse declarado vencedor por decisão unânime.

Veja todos os resultados do UFC 276:

CARD PRINCIPAL

Israel Adesanya (NIG) venceu Jared Cannonier (EUA) na decisão unânime dos jurados (49-46, 49-46 e 50-45) - Cinturão peso-médio
Alexander Volkanovski (AUS) venceu Max Holloway (EUA) na decisão unânime dos jurados (50-45, 50-45 e 50-45) - Cinturão peso-pena
Alex Poatan (BRA) nocauteou Sean Strickland (EUA) aos 2:36 do 1º round - Peso-médio
Bryan Barberena (EUA) nocauteou Robbie Lawler (EUA) aos 4:47 do 2º round - Peso meio-médio
Pedro Munhoz (BRA) x Sean O’Malley (EUA) terminou sem resultado (dedo no olho não intencional) - Peso-galo

CARD PRELIMINAR

Jalin Turner (EUA) finzalizou Brad Riddell (NZL) com uma guilhotina a 0:45 do 1º round - Peso-leve
Jim Miller (EUA) finalizou Donald Cerrone (EUA) com uma guilhotina a 1:32 do 2º round - Peso meio-médio
Ian Garry (IRL) venceu Gabe Green (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 30-27) - Peso meio-médio
Dricus Du Plessis (AFS) venceu Brad Tavares (EUA) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 29-28) - Peso-médio
André Sergipano (BRA) venceu Uriah Hall (JAM) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 30-27) - Peso-médio
Maycee Barber (EUA) venceu Jessica Eye (EUA) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 30-27) - Peso-mosca
Julija Stoliarenko (LIT) finalizou Jessica-Rose Clark (AUS) com uma chave de braço a 0:42 do 1º round - Peso-galo