<
>

UFC 276: Adesanya faz luta chata e é vaiado, mas vence Cannonier e já 'ataca' Poatan

Adesanya dita o ritmo, não sofre em nenhum momento, vence Jared Cannonier e segue com o título do UFC


Israel Adesanya segue como o cara a ser batido no peso-médio do UFC. Na luta principal do UFC 276, em Las Vegas, o nigeriano venceu Jared Cannonier, na decisão dos juízes, e segue como o dono do cinturão do peso-médio da organização. No combate, pouco se viu de ação e emoção durante os cinco rounds e o lutador nigeriano manteve o título com certa facilidade. Agora, Israel já sabe que terá Alex Poatan, que venceu neste sábado, pela frente e já mandou um recado para o brasileiro.

"Nos dois tínhamos um ótimo plano de luta e mostramos isso dentro do octógono. A próxima vez que eu enfrentar o Poatan vou congelar ele como acontece com a princesa Elsa de Frozen", comentou Adesanya após mais uma vitória.

O combate

O duelo começou equilibrado e com os dois lutadores atuando ao seu estilo. Adesanya buscou os primeiros golpes apostando nos chutes e Cannonier tentava encurtar a distância para conseguir chegar com mais contundência no corpo do campeão da categoria.

Na segunda metade do round, Adesanya buscou mais a luta. Conseguindo colocar alguns socos, o atual campeão da categoria encontrou a distância e ‘furou’ a guarda do oponente mais vezes até o fim dos primeiros cinco minutos.

O segundo round foi muito parecido com o primeiro. Com os dois lutadores se estudando, medindo a distância e sem conseguir encaixar sequência de golpes, a luta parecia estar amarrada durante todo o tempo e Adesanya ditou o ritmo durante os cinco minutos.

A sequência da luta teve Cannonier abrindo o terceiro round tentado a luta agarrada e sendo afastado por Adesanya. Desta forma, o ritmo do combate seguiu sendo controlado pelo atual campeão da categoria. Na parte final, Israel Adesanya seguiu com o domínio das ações e levou o duelo para o quarto round.

Nele, mais uma vez, o ritmo do confronto foi muito abaixo do esperado. Com Cannonier sem conseguir levar a luta para baixo e Adesanya feliz com o que estava acontecendo, pouca ação existiu no octógono durante os cinco minutos de luta e a definição do campeão do UFC seguiu para o quinto e último round.

Nele, o atual campeão do peso médio manteve o controle do duelo. Desta forma, Cannonier não levou perigo para Adesanya em momento algum e o cinturão seguiu com o lutador da NIgéria por decisão unânime.

Veja todos os resultados do UFC 276:

CARD PRINCIPAL

Israel Adesanya (NIG) venceu Jared Cannonier (EUA) na decisão unânime dos jurados (49-46, 49-46 e 50-45) - Cinturão peso-médio
Alexander Volkanovski (AUS) venceu Max Holloway (EUA) na decisão unânime dos jurados (50-45, 50-45 e 50-45) - Cinturão peso-pena
Alex Poatan (BRA) nocauteou Sean Strickland (EUA) aos 2:36 do 1º round - Peso-médio
Bryan Barberena (EUA) nocauteou Robbie Lawler (EUA) aos 4:47 do 2º round - Peso meio-médio
Pedro Munhoz (BRA) x Sean O’Malley (EUA) terminou sem resultado (dedo no olho não intencional) - Peso-galo

CARD PRELIMINAR

Jalin Turner (EUA) finzalizou Brad Riddell (NZL) com uma guilhotina a 0:45 do 1º round - Peso-leve
Jim Miller (EUA) finalizou Donald Cerrone (EUA) com uma guilhotina a 1:32 do 2º round - Peso meio-médio
Ian Garry (IRL) venceu Gabe Green (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 30-27) - Peso meio-médio
Dricus Du Plessis (AFS) venceu Brad Tavares (EUA) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 29-28) - Peso-médio
André Sergipano (BRA) venceu Uriah Hall (JAM) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 30-27) - Peso-médio
Maycee Barber (EUA) venceu Jessica Eye (EUA) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 30-27) - Peso-mosca
Julija Stoliarenko (LIT) finalizou Jessica-Rose Clark (AUS) com uma chave de braço a 0:42 do 1º round - Peso-galo