<
>

Rony faz gol de bicicleta antológico, Palmeiras enfia 5 a 0 no Cerro Porteño e encara Atlético-MG em jogaço nas quartas da Libertadores

Palmeiras goleou o Cerro Porteño por 5 a 0, nesta quarta-feira (6), pelo jogo de volta das oitavas da Conmebol Libertadores


O Palmeiras está nas quartas de final da Conmebol Libertadores! Nesta quarta-feira (6), o Verdão aniquilou o Cerro Porteño por 5 a 0, no Allianz Parque, pelo jogo de volta das oitavas, e avançou com um incrível 8 a 0 no placar agregado, graças também ao 3 a 0 da ida, no Paraguai.

Samudio (contra), Rony (2), Breno Lopes e Gustavo Gómez anotaram os gols do show alviverde no estádio lotado.

O tento de Rony, aliás, saiu em uma bicicleta antológica, que fez os torcedores aplaudirem de pé. O jogador chegou a 18 tentos na história do torneio da Conmebol.

Com o triunfo, o Verdão bate um recorde: o time de Abel Ferreira chegou a 9 vitórias seguidas na competição, algo que ninguém nunca havia alcançado.

Nas quartas, o Palmeiras encara o Atlético-MG em um jogaço, repetindo as semifinais do ano passado.

O Galo jogará a ida no Mineirão, enquanto o Alviverde define a volta no Allianz Parque.

Melhores momentos

Situação do campeonato

Com o resultado, o Palmeiras avança às quartas de final e enfrentará o Atlético-MG, que eliminou o Emelec.

Já o Cerro Porteño se despede da Libertadores e agora foca somente na disputa do Campeonato Paraguaio.

O cara: Rony

O atacante começou no banco para descansar, mas, com a lesão de Rafael Navarro, entrou ainda no 1º tempo.

Como de hábito, o homem de confiança de Abel Ferreira entrou com muita vontade e correspondeu à confiança do treinador.

No 2º tempo, ele recebeu ótimo passe de Breno Lopes e bateu na saída de Jean para ampliar o placar para o Verdão.

Mas seu maior momento da noite ainda estava guardado para pouco depois.

Após cruzamento na área, Rony acertou uma bicicleta simplesmente antológica e fez um golaço digno de Prêmio Puskas!

Foi mal: Gabriel Menino

Ganhou chance como titular nesta quarta-feira, mas não aproveitou.

Sem se achar em campo, errou passes fáceis e mostrou constantes falhas na marcação.

Levou um cartão amarelo bobo no 1º tempo, que acabou "condenando" sua participação no duelo.

Não à toa, foi substituído logo no retorno do intervalo por Zé Rafael.

Arce homenageado

Antes da partida, o técnico do Cerro Porteño, Francisco "Chiqui" Arce, foi homenageado pela diretoria do Palmeiras.

Multicampeão pelo Alviverde nos tempos de jogador, ele ganhou uma camisa do Verdão das mãos da presidente Leila Pereira.

Próximos jogos

O Palmeiras volta a campo neste domingo (10), às 18h (de Brasília), contra o Fortaleza, pelo Campeonato Brasileiro.

Já o Cerro Porteño só joga no dia 14 de julho, contra o 12 de Octubre, pelo Campeonato Paraguaio.

Ficha técnica

Palmeiras 5 x 0 Cerro Porteño-PAR

GOLS: Palmeiras: Samudio [37' (contra)], Rony [73' e 83], Breno Lopes [75'] e Gustavo Gómez [78']

PALMEIRAS: Weverton; Mayke, Luan, Gustavo Gómez e Piquerez; Danilo (Kuscevic), Gabriel Menino (Zé Rafael) e Raphael Veiga (Atuesta); Wesley, Dudu (Breno Lopes) e Rafael Navarro (Rony) Técnico: Abel Ferreira

CERRO PORTEÑO: Jean; Espínola, Riveros, Patiño e Alan Rodríguez (Vargas); Carrascal, Piris da Motta (Bobadilla), Aquino (Noguera) e Galeano (Gavilán); Samudio e Marcelo Moreno (Oviedo) Técnico: Francisco Arce