<
>

Andreas revela qual o jogador do Manchester United mais o impressionou na base: 'Era um fenômeno'

Andreas Pereira disse qual jogador que atuou junto na base do Manchester United que mais o impressionou


Andreas Pereira atuou ao lado de vários futuros craques no Manchester United, que irá enfrentar o Aston Villa, às 16h55 (de Brasília), com transmissão pela ESPN no Star+, pela FA Cup.

Membro de um time que tinha nomes como Pogba, Lingard, Michael Keane e Rashford, o meia do Flamengo não titubeou ao responder qual o jogador o encantou na base dos Red Devils.

"De todos os jogadores que vi na base do United o que mais me impressionou foi o [Adnan] Januzaj. Ele era um cara fenômeno, ainda é. Incrível a qualidade que ele tinha e éramos muito amigos. A gente enchia muito o saco dele", afirmou ao ESPN.com.br.

Contratado pelos Red Devils em 2011 por 375 mil euros (R$ 2,445 milhões, na cotação atual) das categorias de base do Anderlecht, da Bélgica, o meia chamou atenção logo de cara.

Rafael Leão, ex-atleta que passou pela base dos "Diabos Vermelhos" e que teve sua história contada pelo ESPN.com.br em 2019, disse que Januzaj mal foi apresentado ao restante do elenco antes de treinar.

Na primeira vez que entrou em campo, o belga deu cinco canetas seguidas e alguns chapéus nos novos colegas, que ficaram furiosos e queriam pegá-lo.

"Todo mundo ficou se perguntando: 'Quem é esse cara que surgiu do nada?'. Só depois do Januzaj acabar com o treino foi que falaram que era um novo reforço que tinha acabado de vir de um time da Bélgica", relatou Leão.

Quando chegou ao United, Januzaj não falava inglês e ficou mais próximo do compatriota Andreas Pereira e de Pogba por causa do idioma.

"Ele é muito habilidoso, vai para cima mesmo e gosta muito de brasileiros", disse o meia do Fla.

Subida meteórica e renascimento na Espanha

Januzaj virou titular do Manchester United sub-21 e ajudou a equipe a conquistar a Premier League sub-21 na temporada 2012/13, sendo promovido ao profissional dos Red Devils.

Em 2013/14, ele foi bastante utilizado pelo técnico David Moyes, mas com a chegada do treinador holandês Louis van Gaal, em 2014/15, porém, perdeu o brilho. Fez apenas 21 partidas - sem gols ou assistências - antes de ser emprestado ao Borussia Dortmund.

Voltou na temporada seguinte a Old Trafford, mas seguiu sem deslanchar. Fez só sete partidas na temporada 2015/16 e chegou até a ser rebaixado novamente ao elenco sub-21.

Após um empréstimo ao Sunderland, em 2016/17, foi vendido à Real Sociedad no meio de 2017, por 8,5 milhões de euros.

Desde então, alternou altos e baixos, mas ajudou a equipe a ganhar a Copa do Rei 2019/20 em cima do arquirrival Athletic Bilbao.