<
>

Cruzeiro: Ronaldo paga mais de R$ 22 milhões em dívidas e espera Fifa encerrar 'transfer ban'

play
Rafael Cabral, reforço do Cruzeiro, é aprovado por Raphael Prates no F360: 'Bom goleiro' (2:19)

O jogador tem 31 anos e vai jogar a Série B em 2022 (2:19)

Clube encerrou pendências com clubes uruguaio e mexicanos por Arrascaeta, Riascos e Rafael Sóbis e agora corre para ter reforços na estreia do Mineiro


Ronaldo Fenômeno pagou com dinheiro do próprio bolso, nesta segunda-feira (24), mais de R$ 22 milhões de dívidas do Cruzeiro com Defensor-URU, Mazlatán-MEX (antigo Monarcas Morelia) e Tigres-MEX, apurou a ESPN.

Ele agora espera a Fifa encerrar os casos para ver cair o o 'transfer ban', punição que impede o clube de registrar novos contratados na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e, consequentemente, inscrevê-los nas competições - caso do Campeonato Mineiro, por exemplo.

O pagamento foi feito diretamente às agremiações, sem necessidade de parcelamento e mediação de acordo via entidade máxima do futebol. Vale lembrar que Ronaldo Fenômeno assinou recentemente a intenção de compra para ser o acionista majoritário do Cruzeiro SAF.

Primeiro, foi feita a quitação do débito com o time uruguaio pela contratação em 2015 do meia Arrascaeta, atualmente no Flamengo, que na origem era de R$ 7 milhões, mas teve aumento por conta de juros e taxas - esta informação foi dada inicialmente pela Rádio Itatiaia e confirmada pela reportagem.

Quem garantiu à ESPN o fim desta pendência foi o advogado Eduardo Carlezzo, que representa o atleta uruguaio no Brasil. Um ofício também já foi encaminhado à entidade máxima do futebol solicitando o fim do caso.

Depois, Ronaldo encerrou as pendências pelas contratações dos atacantes Duvier Riascos, do Mazlatán, também em 2015, e Rafael Sóbis, do Tigres, em 2016 (aqui, o que estava em aberto era uma parcela do acordo para o fim do débito). A quantia devida ao primeiro time mexicano quando do início da cobrança era de R$ 15 milhões, mas esta também foi atualizada com taxas e juros. A reportagem não conseguiu descobrir o montante da pendência por Sóbis.

Agora, a corrida é contra o tempo para a finalização de todas as burocracias a tempo de se ter os reforços que chegaram para esta temporada já à disposição para a estreia no Campeonato Mineiro, que será nesta quarta-feira (26) contra a URT, às 17h (horário de Brasília), na Arena Independência.

O clube conta atualmente com mais de dez atletas que dependem da regularização na Suíça para terem condição de jogo.

Maicon, Edu, Pedro Castro, Filipe Machado, Fernando Neto, Pará, João Paulo, Jailson, Sidnei, Gabriel Dias e Rafael Cabral, todos contratados para 2022, só podem ser inscritos na CBF após a regularização dos casos na Fifa.

Por conta disto, neste momento, o técnico Paulo Pezzolano tem apenas 15 atletas disponíveis no elenco principal. Diante da situação, o clube estuda a possibilidade de contar com alguns jovens que disputaram a Copa São Paulo neste mês.