<
>

Influenciador visita CT do Santos, causa polêmica e apaga publicações

play
Cuca nega que cabeça do Santos esteja na Libertadores: 'Não tem essa de falta de foco, é falta de conjunto' (0:41)

'Você não vai cobrar de um garoto de 17 anos que ele resolva', disse o treinador após derrota para o Fortaleza (0:41)

Nesta sexta-feira, o influenciador digital Ney Silva, conhecido como "Voz da Várzea", visitou o CT do Santos e causou polêmica.

Ao postar fotos ao lado de Marinho e Kaio Jorge, e levando alguns amigos ao local, gerou preocupação dos torcedores, que temem ver o clube vivendo outro surto de COVID-19 às vésperas da final da Conmebol Libertadores, contra o Palmeiras.

Pouco depois da repercussão, as fotos foram apagadas das redes sociais do narrador.

O atacante Kaio Jorge, que havia repostado as fotos, também apagou.

A grande preocupação é em relação à grande decisão da Libertadores, marcada para o dia 30 de janeiro.

O próximo compromisso do Santos é neste domingo, contra o Goiás, em casa.

Os atletas que atuaram na partida contra o Fortaleza voltaram aos treinos nesta sexta.

Além do Esmeraldino, o alvinegro praiano ainda tem pela frente o Atlético-MG, na terça-feira, antes da decisão do torneio sul-americano.

SANTOS DIZ QUE HOUVE 'FALHA'

Em nota oficial, o Santos afirmou que há um "protocolo sanitário com a proibição da entrada e/ou circulação de pessoas que não fazem parte do cotidiano de treinos" no CT.

No entanto, o Peixe admitiu que houve uma "falha" e "três pessoas foram autorizadas indevidamente por um funcionário a visitar a área".

A equipe afirmou que está apurando o acontecimento e salientou que "adotará medidas internas", dizendo ter "certeza de que este tipo de fato não se repetirá".

Veja a nota oficial:

O Santos FC esclarece que, devido à pandemia do COVID-19, existe um protocolo sanitário com a proibição da entrada e/ou circulação no Centro de Treinamento Rei Pelé de pessoas que não fazem parte do cotidiano de treinos. O local está isolado, sendo permitida apenas a entrada de funcionários e atletas.

Houve, porém, uma falha e três pessoas foram autorizadas indevidamente por um funcionário a visitar a área. O Clube já apurou o ocorrido e adotará medidas internas, com a certeza de que este tipo de fato não se repetirá.