<
>

Neymar pode receber sete jogos de punição por tapa, e Álvaro González até dez se comprovado racismo em PSG x Olympique

O clássico entre Paris Saint-Germain e Olympique de Marselha do último domingo pela Ligue 1 francesa pode ter consequências disciplinares para Neymar e Álvaro González, dois dos personagens da vitória dos visitantes no Parque dos Príncipes.

O craque do PSG acusa o defensor do OM de racismo durante o jogo - segundo o brasileiro, ele o chamou de "macaco".

O camisa 10 foi expulso por dar um tapa na nuca do zagueiro e pode receber de quatro a sete jogos de suspensão pelo ato, de acordo com a rádio RMC.

A comissão disciplinar da Liga de Futebol Profissional (LFP) pode interpretar o ato de Neymar como uma "intimidação", o que lhe rendaria quatro partidas de punição, ou até um "ato de brutalidade sem causar uma lesão", podendo dar uma pena de até sete jogos fora de atividade.

Por outro lado, Álvaro González deve ser alvo de investigação por parte do comitê pelas acusações do brasileiro. A súmula do árbitro e as imagens da TV serão utilizadas para iniciar a busca pelas possíveis ofensas racistas do defensor.

"Qualquer comportamento racista é punível por uma suspensão máxima de dez partidas", explica a RMC.

A comissão disciplinar da LFP se reúne todas as quartas-feiras para analisar os casos da rodada do Campeonato Francês, mas por causa do quente clássico (que terminou com 17 cartões amarelos e cinco vermelhos) pode acontecer a antecipação da análise, afirmou a rádio local.