<
>

Destaque no Palmeiras, Patrick de Paula vira alvo do Benfica e é apresentado em jornal português com aval de Tostão

Destaque do Palmeiras na reta final do Campeonato Paulista, o que o fez ganhar notoriedade rapidamente no mundo do futebol, Patrick de Paula virou alvo do Benfica do técnico Jorge Jesus. O sucesso repentino e o interesse português fizeram o jovem de 20 anos ganhar um “perfil” nesta terça-feira (18) em um dos jornais esportivos mais importantes do país: “A Bola”.

A publicação descreve que o garoto tem como referências Sergio Busquets e Frenkie De Jong, dois craques do Barcelona, e encantou um craque do tamanho de Tostão com a sua rápida ascensão.

Patrick de Paula colocou o Palmeiras na final do Paulistão (marcou o único gol da semifinal contra a Ponte Preta) e converteu o pênalti que confirmou o título uma semana depois contra o Corinthians, nas disputa por pênaltis.

O jornal português reproduz um trecho de uma coluna recente escrita por Tostão para a “Folha de S.Paulo”, periódico que foi classificado como “o maior jornal de língua portuguesa do mundo”.

“E para o futebol que se joga no país e até uma esperança de se tornar, brevemente, um jogador de seleção e de prestígio mundial”, diz Tostão, nas palavras recortadas pela “A Bola”.

“Tem força física, posiciona-se bem e possui um bom e rápido passe, para a frente, mas não se pode exigir que ele avance como um médio ofensivo, o que poderá fazer em alguns momentos, no instante certo, pois também finaliza com eficiência”, consta em outro trecho reproduzido.

A publicação portuguesa também recorda o passado de Patrick, que foi criado no bairro de Santa Margarida, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, e disputou a Taça das Favelas, o maior campeonato de futebol amador do Estado, defendendo o “Cara Virada” e “Mamaô”.

Por fim, o jornal “A Bola” conclui que o menino confirmou o talento na base alviverde, tendo vencido o Campeonato Brasileiro sub-20 e a Copa do Brasil sub-20 nos últimos anos, e conseguindo se firmar no time profissional.

“Daí [da base] até ao plantel sénior foi um passo. Do plantel sénior ao onze titular, outro. E agora do onze titular para a Luz, quem sabe, apenas mais um”, finaliza a publicação.