<
>

Flamengo toma 3 do Atlético-GO após 'novela' com COVID-19 e perde duas seguidas pela 1ª vez em 2 anos

O Flamengo visitou o Atlético-GO pela 2ª rodada do Brasileirão e foi derrotado por 3 a 0. Os gols foram marcados por Hyuri, Jorginho e Gustavo Ferrareis, que garantiram os três pontos do time em seu primeiro jogo na competição; do outro lado, o time de Dome volta para casa com 0 pontos em 2 partidas.

Torrent surpreendeu ao deixar Rafinha no banco de reservas. O treinador puxou Rodrigo Caio para a lateral-direita... E deu muito errado. Por lá, o Dragão puniu o atual campeão e fez dois gols na primeira etapa. Na frente, o ataque carioca foi praticamente inoperante.

Após mudanças no intervalo, o Fla cresceu e encurralou os donos da casa. Mas após sofrer e ver o goleiro Jean fazer grandes defesas, foi o Atlético que balançou as redes mais uma vez.

No fim, quando o jogo já estava morno, Diego Alves ainda foi expulso por empurrar a cabeça de Matheus Vargas após o rival cair sobre ele.


Ficha técnica

Atlético-GO 3 x 0 Flamengo

GOLS: Hyury, Jorginho e Gustavo Ferrareis

ATLÉTICO-GO: Jean; Dudu, Éder, Gilvan e Nicolas; Marlon, Edson, Jorginho (Willian Maranhão), Ferrareis e Everton Felipe; Hyuri (Matheus Vargas). Técnico: Vagner Mancini

FLAMENGO: Diego Alves; Rodrigo Caio, Gustavo Henrique (Rafinha), Léo Pereira e Filipe Luís; Arão, Gérson e Everton Ribeiro (Arrascaeta); Bruno Henrique, Gabigol (César) e Vitinho (Pedro). Técnico: Domenèc Torrent

Estatísticas

  • Essa é a primeira derrota do Flamengo fora de casa em 2020

  • Jorginho, autor do segundo gol do Atlético, fez sua estreia pelo clube

  • O Flamengo não tinha uma sequência de 2 derrotas desde 2 e 5 de setembro de 2018, há quase 2 anos, quando perdeu para Ceará e Internacional no Campeonato Brasileiro.

  • Gabigol passou em branco pelo 6º jogo seguido.

  • O Flamengo não começava o Brasileiro com 2 derrotas desde 1997.


A situação pré-jogo

Na terça-feira, a CBF informou que quatro jogadores do Atlético testaram positivo para COVID-19. Entretanto, como explicou o chefe do departamento médico, Gleyder Nunes, os resultados foram mal interpretados, e com isso, a os atletas foram liberados e o jogo não foi suspenso.

O resultado de dois jogadores só chegou ao clube nesta quarta-feira, e ambos, Matheuzinho e Júnior Brandão, foram vetados horas antes da bola rolar.

Dragão avassalador no 1º tempo

Os mandantes começaram o jogo com tudo. Logo aos 9 minutos, Hyuri recebeu ótimo lançamento e ficou cara a cara com Diego Alves, parando em grande defesa do goleiro.

Pouco depois, aos 15, ele não perdoou. Ferrareis desceu livre pela ponta esquerda, cruzou entre as pernas de Rodrigo Caio e o centroavante só tocou para o fundo do gol.

Com 20, Ferrareis teve sua chance, batendo de primeira por cima do gol. Dez minutos depois, Diego Alves salvou o Flamendgo mais uma vez, agora em cabeçada de Marlon Freitas.

O Atlético não tirava o pé do acelerador, e assim fez o segundo gol no lance seguinte. Jorginho avançou pela esquerda, cortou para o meio e bateu da entrada da área. Cheia de efeito, a bola entrou no cantinho.

O Flamengo teve sua primeira chance com Gabigol, que aproveitou erro da defesa adversária, e, de frente para o gol, chutou para fora.

Ainda na primeira etapa, o Dragão balançou as redes mais uma vez, mas Ferrareis estava em posição irregular, então o gol foi anulado.

Dome tenta arrumar

Com o Atlético criando muito sobre Rodrigo Caio, que jogava improvisado na lateral-direita, Domènec Torrent mexeu no intervalo e colocou Rafinha no lugar de Gustavo Henrique. Insatisfeito com o ataque, trocou também Vitinho por Pedro.

E o Flamengo melhora

Com as mudanças e uma nova postura, o time carioca começou a dominar as ações em campo. Logo aos 5 minutos da segunda etapa, Bruno Henrique enfiou ótima bola para Gabigol, que bateu e viu ótima defesa de Jean.

Ainda nos primeiros 15 minutos, o Flamengo assustou mais três vezes. Primeiro em cabeçada de Rodrigo Caio, depois em outra trama da dupla de ataque, com um passe do 27 para o 9, que não alcançou a bola, e por fim em outra defesaça de Jean: Arrascaeta, que havia acabado de entrar, tabelou com Gabriel e deixou o artilheiro na cara do goleiro adversário.

Balde de água fria

Quando tudo indicava que o gol flamenguista era questão de tempo, o Atlético-GO achou um lindo contra-ataque, Ferrareis cortou da esquerda para o meio e soltou um chutaço de fora da área no ângulo. Uma obra prima.

Nada que está ruim não pode piorar

Quando o ritmo do jogo já estava murcho e parecia que nada ia acontecer, os mandantes saíram em contra-ataque e Matheus Vargas caiu sobre Diego Alves após dividida. O goleiro ficou irritado, empurrou a cabeça do adversário e foi expulso.


Próximos jogos

Os dois times voltam a campo no final de semana, pelo Brasileirão.

  • Sábado, 15/08, 19h30 - Coritiba x Flamengo

  • Domingo, 16/08, 19h - Atlético-GO x Sport