<
>

Brasileirão: Athletico-PR vence Goiás e mantém 100% em partida com VAR, ambulância e lei do ex

O Athletico-PR venceu a segunda partida consecutiva no Campeonato Brasileiro nesta quarta-feira. Em jogo que teve de tudo um pouco, o Furacão de Dorival Júnior bateu o Goiás por 2 a 1, na Arena da Baixada, em Curitiba, e prolongou a invencibilidade na competição.

A partida foi dominada pelo Athletico-PR. Aproveitando-se dos desfalques do Goiás, que teve a estreia no Brasileirão suspensa por conta do número de jogadores infectados por COVID-19, o time rubro-negro abriu o placar aos 31 minutos da primeira etapa, em chute colocado de fora da área do atacante Vitinho.

Minutos antes, o Furacão havia perdido Fernando Canesin, retirado de campo de ambulância por um choque com Daniel Bessa. O VAR entrou em ação para analisar uma possível expulsão do meia do Goiás, que acabou recebendo somente o amarelo.

O árbitro de vídeo voltou a ser acionado aos 54 minutos da etapa inicial, para validar um toque de mão de Thiago Heleno dentro da área. Na cobrança do pênalti, o mesmo Daniel Bessa apenas deslocou o goleiro Santos para empatar o confronto.

A pressão atleticana surtiu efeito no segundo tempo, e com direito à famosa lei do ex. Carlos Eduardo recebeu de Vitinho e, com o gol aberto, apenas definiu o resultado final em Curitiba. Depois disso, foi só segurar a pressão do Goiás para manter o resultado positivo em casa.

Após vencer Fortaleza e Goiás, o Athletico-PR volta a campo no próximo domingo, às 19h45, para enfrentar o Santos, na Vila Belmiro. Já o Goiás, que ainda não sabe quando será o duelo adiado com o São Paulo, visita o Palmeiras no sábado, às 21h30, no Allianz.